segunda-feira, 12 de junho de 2017

Resenha: Os Marvels

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Em 1766, um navio naufraga durante a encenação de uma peça, deixando como únicos sobreviventes o garoto Billy Marvel e seu cão. O jovem então reinicia sua vida e passa a trabalhar como ator no Teatro Real de Londres, sendo o primeiro de uma família de atores que emocionará as plateias por várias gerações até 1900, quando o jovem Leo Marvel é expulso dos palcos... 
.
Muito tempo depois, em 1990, Joseph Jervis chega a Londres, fugindo do colégio interno. O garoto vem atrás de um tio desconhecido e acaba encontrando um homem excêntrico, que vive em uma casa congelada no tempo. À primeira vista desconexas, as duas narrativas — uma em imagens e outra em texto — discutem as complexas relações entre ficção e realidade, assim como sublinham a necessidade que todos temos de pertencer a uma história.
.
O que eu achei?
.
Existem livros, cuja a história nos cativa tanto, que é extremamente difícil falar sobre. Agora, imagine não só um livro cativante... Mas também um livro que tudo o que você quer falar poderia ser considerado um spoiler? Este é o meu dilema com Os Marvels de Brian Selznick.
.
Vejam bem, Os Marvels não é apenas a história de gerações de uma mesma família. É um livro sobre uma casa indescritível. É sobre o teatro Britânico. É sobre a epidemia de AIDS nos anos 80. Tudo isto parece não ter conexão nenhuma, não é mesmo? Mas tem. E o dom do autor de costurar tudo isto com sua narrativa ímpar - seja por ilustrações ou por texto - deixa tudo ainda mais único.
.
Não vou mentir para vocês. A transição do foco da história da família Marvel para o começo da história de Joseph Jervis nos anos 90 foi uma quebra de ritmo que me pegou. Mas, quando entrei novamente no ritmo dos novos personagens, e vi estes dois mundos tão distintos colidirem, eu não me contive... Eu me agarrei às páginas. E, obviamente, chorei até as últimas páginas.
.
Fazia muito tempo que não pegava um livro com tanta metalinguagem, desde Eu Sou o Mensageiro. E, assim como o livro de Marckus Zusak, eu bati palmas. Pois como o lema dos Marvels presente na capa do livro diz, "Ou Você Vê, ou Você Não Vê".
.
Assim como Hugo Cabret, este livro também é inspirada em uma história real de alguém. E com um dom extraordinário, o autor tece magia de onde nem imaginamos. Eu não esperava que Os Marvels poderia superar de forma tão brilhante o meu primeiro contato com o Brian Selznick. Mas superou. E fico feliz de minha única leitura de Maio ter sido este livro. Obviamente, Bookcrush.
.
     
.
Sobre o Autor:
.
Brian Selznick é um autor e ilustrador de livros infantis, vencedor da Medalha Caldecott, nascido em 14 de Julho de 1966 em East Brunswick Township, Nova Jérsei. Ele se graduou na Escola de Design Rhode Island e trabalho por três anos no Eeyore's Books for Children, em Manhattan, enquanto trabalhava no seu primeiro livro, The Houdini Box.
.
A Invenção de Hugo Cabret, livro lançado por ele no ano de 2007 pela Scholastic Plublishing, recentemente ganhou uma adaptação cinematográfica, que concorreu ao Oscar e foi dirigida pelo renomado Martin Scorcese.
.
TÍTULO:  Os Marvels
TÍTULO ORIGINAL: The Marvels
PÁGINAS: 672
AUTOR(A):  Brian Selznick
EDITORA: Edições SM
NOTA: 5 Estrelas + Bookcrush

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...