quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Resenha: O Pacifista

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Inglaterra, setembro de 1919. Tristan Sadler, vinte e um anos, toma o trem de Londres a Norwich para entregar algumas cartas à irmã mais velha de William Bancroft, soldado com quem combateu na Grande Guerra. 
.
As cartas, porém, não são o verdadeiro motivo da viagem de Tristan. Ele já não suporta o peso de um segredo que carrega no fundo de sua alma, e está desesperado para se livrar desse fardo, revelando tudo a Marian Bancroft. Resta saber se o antigo combatente terá coragem para tanto. 
.
Enquanto reconta os detalhes sombrios de uma guerra que para ele perdeu o sentido, Tristan fala também de sua amizade com Will, desde o campo de treinamento em Aldershot, onde se encontraram pela primeira vez, até o período que passaram juntos nas trincheiras do norte da França. O leitor testemunha o relato de uma relação intensa e complicada, que proporcionou alegrias e descobertas, mas também foi motivo de muita dor e desespero. 
.
O pacifista é uma história de amor e de guerra que se insere na tradição do romance Reparação , de Ian McEwan. Nada é o que parece nesta trama envolvente e vigorosa, que revela as consequências de uma vida tragicamente marcada pelo silêncio. Com uma abordagem original e relevante para o nosso tempo, o autor do best-seller internacional O menino do pijama listrado revisita neste romance o universo da guerra, tendo dessa vez como pano de fundo a Primeira Guerra Mundial. Sensível e engenhoso, John Boyne esmiúça um dos capítulos mais traumáticos da história da humanidade pela perspectiva de dois jovens soldados que lutam, acima de tudo, contra a complexidade de suas emoções. 
.
O que eu achei?
.
Terminei O Pacifista a algumas horas e ainda não consigo deixar de pensar sobre ele. Fazia MUITO tempo que um livro não me afetava tanto ao ponto de meus sentimentos provocarem uma dor e cansaço extremamente físicos, mas é assim que estou no momento: esgotado. Emocionalmente sobrecarregado... E, não vou mentir, impactado.
.


Esta é a primeira vez que me interesso por um romance completo de John Boyne - e isto só aconteceu pois descobri que este livro possui uma ligação com a única coisa do autor que li (uma história de Natal terrivelmente triste que li a uns dois anos atrás...). Não sabia praticamente NADA sobre a história, apenas que se passava durante a Primeira Guerra Mundial (um momento histórico que me interessa desde a minha leitura de Entre o Amor e a Paixão, que também se passa no conflito)... Então, fui totalmente desarmado para o livro. E ao mesmo tempo que isto foi um trunfo, também foi um grande erro. Não estava psicologicamente preparado para ele.
.
Dividido entre os conflitos do jovem Tristan no pós Guerra, e suas memórias aterradoras de sua experiência no conflito, o livro me revelou tanta coisa sobre o ser humano que a única coisa que eu pensava era "o que eu faria no lugar dele?". Esta é uma história que não existem mocinhos, ou heróis... Os personagens erram constantemente e isto te leva a uma miríade de sentimentos.
.
Empatia. Surpresa. Culpa. Traição. Medo. Egoísmo. Tristeza. Raiva. Vergonha. Ciumes. Esperança. Desilusão. Pena... Foram tantos os momentos que passei com Tristan que não sei se o julgo, se o entendo, se o amo ou se odeio ele. Eu não sei. E esta é a beleza de tudo.
.
Apesar de fino, O Pacifista não é uma leitura leve. Apesar de dinâmico e narrado em primeira pessoa, não foi uma leitura fácil. Devorei a história pela madrugada, porém mais por prazer sádico do que deleite em si. No momento, não posso quantificar o que sinto pelo livro. Mas definitivamente me marcou.
 
.
.
Sobre o autor:
.
Nasceu na Irlanda, em 1971, e mora em Dublin. Escreveu diversos romances que já foram traduzidos para mais de quarenta idiomas. Seu livro mais célebre, O menino do pijama listrado (2007), lhe rendeu dois Irish Book Awards, vendeu mais de 5 milhões de exemplares pelo mundo e foi adaptado para o cinema em 2008.
.
TÍTULO: O Pacifista
TÍTULO ORIGINAL: The Absolutist
AUTOR(A):  John Boyne
EDITORA: Cia. das Letras
PÁGINAS: 304
NOTA: 5 Estrelas + Bookcrush

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...