quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Resenha: Redenção e Submissão

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Quando dois dominadores se enfrentam em uma extasiante batalha por poder, render-se pode ser o maior triunfo.
.
Matt, como Matheus gosta de ser chamado pelas amigas, é um dominador fora do comum. A cara de bom moço, o romantismo e suas boas maneiras mascaram seu lado mais sombrio, que adora submeter e ter uma mulher suplicando sob suas ordens. Mestre em shibari, uma complexa técnica oriental de bondage, e especialista em chicotes longos, que exigem muita perícia, ele conhece como poucos as melhores técnicas de dominação.
.
Sophia se orgulha de ter conquistado sozinha seu lugar no mundo. É agressiva sexualmente, dominadora e dona de si. Mas seu ar atrevido e mandão esconde um trauma do passado. Ela jurou jamais se deixar enfraquecer por amor novamente e não permite que ninguém se aproxime demais. Entregar-se completamente a um homem nunca esteve nos seus planos. Ela é exatamente o oposto de tudo que ele procura em uma mulher. Ele pode representar a ruína de tudo que ela sempre protegeu. Sem que percebam, Matt e Sophia se veem escravizados por um desejo absoluto que pode destruir ou salvar os dois.
.
O segundo romance da trilogia Redenção fará você implorar por mais, enquanto mergulha fundo no universo repleto de erotismo da escritora Nana Pauvolih.
 
.
O que eu achei?
.
Sabe quem foi o otário que passou o domingo lendo a continuação de um livro que entrou para o Hall de Decepções de 2015?! Isto mesmo, eu! Mas, em minha defesa, eu digo que "Redenção e Submissão" - a continuação do fatídico "Redenção de um Cafajeste" - estava de graça na Amazon, no dia 25. E ele não é mais protagonizado pelo babaca do Arthur ou a Sonsa da Maiana, e sim por Matt - um dos ÚNICOS personagens que eu salvava da leitura do primeiro livro. Então eu pensei: Por que não?
.
Tudo bem, vocês sabem, não sou um dos maiores do gênero Erótico. Ok que atualmente alguns NA's por aí estão parecendo mais livros eróticos do que outra coisa, mas... Eu realmente me irrito quando o foco principal de um livro parece ser mais as cenas de sexo do que o desenvolvimento da história. São raros os livros do gênero que eu digo "olha, eu gostei", e por incrível que pareça, "Submissão" conseguiu arrancar este feito de mim.
.
Como disse lá em cima, a história é protagonizada por Matt (o melhor amigo de Arthur, e que não é um escr*to como ele) e por Sophia (a segunda protagonista POC de romance que eu leio em... Menos de uma semana! Sim, isto me deixou feliz). Os dois, apesar de terem problemas de verdade (e foco no problema da Sophia, que é nível hard) não são mimizentos como os protagonistas do primeiro volume, e a própria autora não trata os temas de jeito novelesco e dramático. Para completar, este foi o primeiro livro que se propõe a falar sobre BDSM que REALMENTE parece ser sobre BDSM. Não, eu não conheço muito sobre o assunto. Mas, vejam só, descobri bastante sobre ele através da história.
.
A dinâmica do casal é super interessante. O fato dos dois serem "dominantes" em relação à prática do BDSM deixa a relação da dupla bastante divertida de se ler, pois é praticamente um "cão e gato ao extremo". Tanto é que eu gostei dos dois. De verdade. Até mesmo quando a Sophia faz burrada, você entende o lado dela e por qual motivo ela está fazendo aqui - diferente do babaca do Arthur, que fazia simplesmente por ser um playboy de merda mimado. Mas sabe qual é o melhor desta continuação? Nana Pauvolih foi direto ao assunto. Ela construiu a sua história sem rodeios, sem encheção de linguiça, e mesmo tendo MUITA cena de sexo, nenhuma delas foi cansativa como as 23.471 descrições de "Redenção de um Cafajeste". Tanto é que eu li este em apenas um dia!
.
Enfim, eu realmente não esperava NADA de "Redenção e Submissão", e acabei me divertindo com ele. Coisa que eu esperava que o primeiro fizesse, mas não fez. Não acho que ele seja a última Coca-Cola do deserto, ou que tenha entrado para um dos melhores do ano, mas cumpriu o que prometia. Foi uma leitura rápida, com bons protagonistas e um ritmo interessante. Só não leva mais uma estrela pois "Submissão" sofre do mesmo mal de vários livros do gênero - o final é um grande epílogo desnecessário, que poderia muito bem terminar algumas páginas antes. Mas, fora isto, foi ok ... O que, perto de "Cafajeste", já é MUITA coisa.
.
.
Sobre a autora:
.
Escritora há mais de vinte e cinco anos, Nana Pauvolih mantinha seus livros apenas para ela mesma. No final do ano de 2012 resolveu compartilhar trechos de um de seus livros em um site , obtendo grande sucesso na internet e atraindo novos leitores, levando assim ao surgimento de seu primeiro livro lançado por uma editora tradicional: A Coleira, um romance extremamente erótico.Desde então já lançou variados ebooks e todos os seus livros tem um alto teor de sensualidade e erotismo.
.
TÍTULO:  Redenção e Submissão
SÉRIE: Trilogia Redenção
PÁGINAS: 440
AUTOR(A): Nana Pauvolih
EDITORA: Fábrica 231
NOTA: 3 estrelas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...