domingo, 17 de maio de 2015

Resenha: Cinderela Pop

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Cintia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora música! 
.
Essa princesa pop morava com os pais em um castelo enorme de onde via toda a cidade. Todas as noites ela olhava pela janela, onde ficava admirando a vista e sonhando... com um príncipe que ainda não conhecia. Porém um dia o castelo de Cintia desmoronou e com ele tudo à sua volta. Desiludida, ela deixou de acreditar em romances e teve que reconstruir cada parte de sua vida, sem deixar o mínimo espaço para o amor.
.
Ela só não contava com um detalhe... Havia mesmo um belo príncipe em sua história. E tudo que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!
.
O que eu achei?
.
Primeira leitura de Maio finalizada, e o saldo não poderia ter sido mais positivo. Depois de sofrer semanas com a minha pior Ressaca Literária de todos os tempos, resolvi enfrentar o problema com artilharia pesada. E, para encarar esta guerra, contei com a ajuda de nada mais e nada menos do que Paula Pimenta. Não é surpresa nenhuma que simplesmente amo todos os livros já escritos pela mineira, então, quando "Princesa Pop" finalmente chegou aqui em casa - direto da editora - eu não tinha dúvidas: Iria parar tudo para ler mais um reconto moderno de um clássico infantil com toda a visão doce e a narrativa gostosa da autora.
.


No segundo volume da série de adaptações dos Contos de Fadas, nós conhecemos a história de Cintia Dorello, conhecida também como DJ Cinderella, que já nos havia sido apresentada no conto "Princesa Pop", da antologia "O Livro das Princesas" (e que deu origem a ideia de toda esta nova saga de Paula Pimenta). Como eu disse na época, a versão que a autora criou para a história da Gata Borralheira foi - em disparada - a melhor narrativa do livro. Na época, me lembro de dizer exatamente o seguinte na resenha: "(...) ''Princesa Pop'' poderia muito bem ganhar uma edição só para ele - que com certeza eu compraria"... E, como a força do pensamento positivo é extremamente poderosa, foi exatamente isto o que aconteceu. Então, quando foi anunciado o projeto e que "Princesa Pop" ganharia um livro só para ele, com capítulos estendidos, fiquei bastante empolgado. 
.
Basicamente, o material extra serve para nos apresentar de forma breve uma das próximas protagonistas da série. A participação da futura princesa é bem pequena, mas nem por isso tira o encanto da história. Todos os sentimentos que me arrebataram durante a primeira leitura retornaram com força total, e eu não sabia se torcia pelo final feliz de Cintia ou se invadia o livro e partia para os finalmente com o combo "infernal" - composto pela Madrastra + Pai da garota (este, principalmente, detentor do Prêmio de PIOR Figura Paterna de todos os tempo, além de ser o alvo do meu completo ódio e desprezo).
.
Enfim, mesmo conhecendo a trama e os personagens, foi muito bom reencontrar com eles mais uma vez. Existe algo tão simples, e ao mesmo tempo viciante, na narrativa de Paula Pimenta que - não importa o número de páginas - sempre vamos devorar as suas histórias. E foi isto o que aconteceu com "Cinderela Pop": Em duas horas, tinha voltado para a vida de Cintia, Fredy Prince e todos os outros. E foi uma sensação hiper gostosa, como se estivesse ido visitar velhos amigos. Pois é este o maior dom da autora: Ela nos faz não só acompanhar a vida de cada uma de suas criações... Ela nos transforma em amigos. E não exite nada melhor para curar uma forte Ressaca Literária do que isto.
.
.
Sobre a autora:
.
Paula Pimenta nasceu em Belo Horizonte – MG. Desde criança apresentou aptidão para a escrita e por esse motivo prestou vestibular para Jornalismo, embora tenha transferido para Publicidade, curso no qual se formou na PUC Minas. Estudou também Música na UEMG, deu aulas de violão e técnica vocal por vários anos, e é compositora.
.
Sua carreira de escritora começou em 2001, com o lançamento do livro de poemas “Confissão”, que foi relançado em 2013. Ficou realmente conhecida do grande público em 2008, quando lançou “Fazendo meu filme 1” pela editora Gutenberg. Publicou “Fazendo meu filme 2”, em 2009, “Fazendo meu filme 3”, em 2010, e “Fazendo meu filme 4”, em 2013, que - assim como o primeiro - são grandes sucessos juvenis. Em 2011 lançou uma nova série, “Minha vida fora de série”, que já conta com dois volumes. Em 2012 publicou também o livro "Apaixonada por palavras", uma coletânea de crônicas.
.
TÍTULO: Cinderela Pop
AUTORA: Paula Pimenta
EDITORA: Galera
PÁGINAS: 160
NOTA: 5 Estrelas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...