domingo, 8 de fevereiro de 2015

Resenha: As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Gerações da família Roux aprenderam essa lição da maneira mais difícil. Os amores tolos parecem, de fato, ser transmitidos por herança aos membros da família, o que determina um destino ameaçador para os descendentes mais jovens: os gêmeos Ava e Henry Lavender. Henry passou boa parte de sua mocidade sem falar, enquanto Ava que em todos os outros aspectos parece ser uma jovem normal nasceu com asas de pássaro. 
.
Tentando compreender sua constituição tão peculiar e, ao mesmo tempo, desejando ardentemente se adaptar aos seus pares, a jovem Ava, aos 16 anos, decide revolver o passado de sua família e se aventura em um mundo muito maior, despreparada para o que ela iria descobrir e ingênua diante dos motivos distorcidos das demais pessoas. Pessoas como Nathaniel Sorrows, que confunde Ava com um anjo e cuja obsessão por ela cresce mais e mais até a noite da celebração do solstício de verão. Nessa noite, os céus se abrem, a chuva e as penas enchem o ar, enquanto a jornada de Ava e a saga de sua família caminham para um desenlace sombrio e emocionante.
.
O que eu achei?
.
Sabe aquele livro incrível, que você termina, e não sabe colocar em palavras todos os seus sentimentos sobre ele? Bom, foi exatamente isto o que aconteceu com "As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender". Eu tenho certeza que, se não estivesse na minha meta de 2015 fazer um comentário sobre cada livro lido no ano, muito provavelmente não iria escrever sobre. Pois já se passaram dois dias em que terminei a leitura, e ainda não sei externar todas as gamas de emoção que esta história criada por Leslye Walton deixou em mim. E ao mesmo tempo em que isto me deixa muito feliz, pois mostra o quão poderoso este romance foi para mim, também fico MUITO frustrado, pois quero que mais pessoas leiam ele. Pois ele merece.
.
E o mais engraçado disso tudo é que, talvez, este meu desejo incontrolável de partilhar "Ava Lavender" com o mundo seja por eu não ter dado NADA pelo livro, até ler ele. E me sinto culpado. Muito mesmo. Pois já vamos ser claros: Este é um livro incrível! A narrativa da autora, ao mesmo tempo em que é extremamente simples, possui todo um ritmo lírico que transparece pelas páginas. Como a sinopse dá a entender, Lesley Walton envereda pelo realismo fantástico com uma segurança impecável, e isto deu um clima tão gostoso às passagens, que em muitos momentos eu me sentia lendo uma espécie de "conto de fadas" moderno (ou não tanto assim, já que a história se passa entre o final do século XIX e primeira metade do século XX).
.
Se eu pudesse dar um tema para este livro, eu diria que ele é sobre o Amor, e como gerações de uma mesma família lidam com este sentimento tão poderoso. E, muitas vezes, tão cruel. Mas não só no sentindo mais romântico, mas em todas as suas formas - mesmo quando os próprios personagens não percebiam. Como eu disse sobre ele no Instagram, "As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender" fala como o Amor poder ser uma doença, mas também como só o Amor pode ser a cura. Toda esta dualidade, o certo e o errado, o redentor e o criminoso, a paixão e a obsessão, permeia cada capítulo... E a autora mostra tão bem estas duas facetas, que algumas vezes, eu ficava assustado como um sentimento tão bonito pode dar origem à coisas tão feias.
.
Outro fato curioso, é com relação à protagonista do livro. Mesmo sendo a personagem título da história (e quem ocupa boa parte da atenção a partir da metade final da trama), Ava Lavender - para mim - foi muito mais a narradora do que a main character. Pois, desde o princípio, eu senti que a história da Família Roux/Lavender como um todo era mais importante do que a história da menina que nasceu com asas em particular. Sim, a vida da garota possui as suas peculiaridades (como percebemos na sinopse), e seus altos e baixos... Mas ela era mais um retalho de uma grande colcha Patchwork, que costurado, nos presenteia com um todo incrível. Sem falar que eu me apaixonei por cada membro que compões a árvore genealógica de Ava - em principal, sua mãe Viviane e sua avó Emilliane.
.
Enfim, no decorrer de dois dias, eu não fiz outra coisa além de ler o primeiro livro escrito por Leslye Walton. E foi uma estreia linda, impactante e simplesmente arrebatadora. Nem preciso dizer que "As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender" se tornou o meu terceiro Bookcrush do ano... Pois isto seria completamente redundante. Eu realmente não tenho palavras para explicar como este livro me encantou. Mas deixo aqui a minha campanha: Se puder ler Ava Lavender, leia! Este é aquele tipo de romance que preciso partilhar com todas as pessoas do mundo, pois é diferente, refrescante e me impressionou de verdade. Não tenho mais o que falar. Apenas sentir.
.
.
Sobre a autora:
.
Leslye Walton nasceu no noroeste do Pacífico. Leslye tem um mestrado em escrita e vive em Seattle, Washington. Quando não está escrevendo, ela ensina os alunos do ensino médio como ler e escrever, e mais importante, como ser gentis uns com os outros, mesmo nos dias em que eles realmente não se sintam assim. Ela está atualmente trabalhando em seu próximo romance.
.
TÍTULO: As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender
PÁGINAS: 304
AUTOR(A): Chelsea M. Cameron
EDITORA: Novo Conceito
NOTA: 5 Estrelas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...