sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Resenha: O Homem Perfeito

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Melina teve alguns relacionamentos ruins, outros péssimos...
.
Mesmo assim, ela não desiste: um dia ainda vai encontrar alguém que a complete e que entenda algumas manias fofas que ela tem como comprar mais sapatos do que pode guardar ou tomar uma multa ou outra por excesso de velocidade. Ela faz a sua parte escrevendo um pedido ao universo, no qual descreve esse ser incrível nos mínimos detalhes. Agora é só esperar, certo?
.
Melina não imagina, porém, que esse presente dos céus já existe, mas foi parar nos braços de uma mulher in-su-por-tá-vel. O que fazer quando o destino insiste em brincar com a sua paciência?
.
O que eu achei?
.
Então, finalmente li meu primeiro livro nacional de 2015. E o escolhido, ou escolhida (melhor dizendo) foi a Vanessa Bosso, com o seu "O Homem Perfeito" - um velho conhecido para os leitores do Kindle, e recentemente publicado em formato físico pela editora Novo Conceito. Como sempre, não houve nenhum motivo especial para tirá-lo da estante, apenas mais uma vez fui guiado pela minha intuição momentânea - como acontece em mais ou menos 95% das vezes em que vou escolher um novo livro para ler. Mas, como todos os casos até agora, posso dizer que esta foi uma boa "escolha aleatória", já que passei um tempo extremamente divertido com a obra.
.
A minha relação com a autora é bastante dividida. Quero dizer, eu conheci a Vanessa através da mini-série Jovem Adulta "A Aposta", com o seu incrível e explosivo casal Lex e Nina - que me conquistou instantaneamente (levando o primeiro volume ao seleto grupo de Bookcrushes do ano de 2013). Entretanto, quando fui ler "Possuída" no ano passado, o romance sobrenatural publicado anteriormente por ela, a minha reação a ele foi meio que... Decepcionante. Não sei se por culpa da alta expectativa, ou por uma falha do próprio romance, mas achei a condução da história um tanto quanto enfadonha e os personagens menos carismáticos do que a turma de formandos do colégio Prisma. Então, eu não sabia muito bem o que esperar do chick lit. Assim como ele poderia ser uma grata surpresa, ele também poderia ser apenas Just Ok. Só que, felizmente, parece que a linha contemporânea da Vanessa Bosso faz mais o meu estilo do que a sua fantasia. E, em dois dias, tive o prazer de conhecer a vida e os dilemas de Melina tentando reconquistar o coração do ex-namorado Bernado (o tipíco cara nerd que cresce e vira o galã da cidade).

.
Para começo de conversa, digo que entre "A Aposta" e "O Homem Perfeito", meu favorito continua sendo o primeiro. Mas isto não tira de modo algum os méritos deste romance. A Vanessa Bosso sabe como criar uma história leve e despretensiosa - te conduzindo através das páginas da forma mais gostosa possível. O que talvez apagou um pouco o brilho deste livro talvez tenha sido a minha implicância inicial com a protagonista. Nada tem a ver com a sua personalidade dramática, ou as confusões em que a personagem se mete, mas sim pelo fato de que eu não estava exatamente torcendo para ela. Como disse anteriormente, a história basicamente gira em torno de Melina voltando para a sua cidade natal e descobrindo que o seu primeiro amor (e, obviamente, verdadeiro) está prestes a se casar com sua arqui-inimiga dos tempos da escola - o que não teria acontecido se ela mesma não tivesse feito uma super burrada quando tinha 17 anos e ainda estava junto de Ben. Então, mesmo adorando a narrativa da autora, eu não estava torcendo pelo final feliz da Mel (e sim, via com certo prazer doentio o revés que ela se encontrava no momento - praticamente embalada pelo refrão da música da Kelly Key).
.
Mas, com o decorrer da história, eu ia me apegando a garota. O que antes era irritação, logo começou a se transformar em condescendência. Mesmo achando absurda a explicação que ela dá por ter agido de forma idiota (e muito babaca) no passado, a sua personalidade expansiva e azarada meio que acobertava os seus pecados aos meus olhos - e logo me vi fazendo algo que realmente não acreditei que aconteceria, que no caso, seria torcer pela reconciliação dos dois. Mesmo sendo um livro curto, e de leitura rápida, a história é repleta de reviravoltas. No começo, eu acreditava piamente que estava acertando a maioria delas - mas logo se provava que eu não poderia estar mais enganado. Eu ria com os personagens, e devorava as páginas esperando que o que eu queria que acontecesse finalmente acontecesse (Redundante... Eu sei. Mas todos temos ciência sobre o quê eu estou falando). E até isto acontecer, devo dizer que leva um tempo agonizante... Já que Melina ainda precisa provar por A + B que mudou de verdade.
.
Apesar do começo um tanto quanto desconfiado, "O Homem Perfeito" foi a leitura certa para o momento certo. Eu precisava de algo para me fazer rir, com uma história açucarada (mas nem por isto idiota), e foi exatamente isto que encontrei. Fico feliz desta nova experiência com a Vanessa Bosso ter sido positiva, e tenho certeza que - se você se deliciou com a história de Alex e Nina em "A Aposta" - tem tupo para curtir os encontros e desencontros de Mel e Ben (e dela correndo atrás dele no melhor estilo "Baba, olha o que perdeu/Baba, a criança cresceu...").
.
.
Sobre a autora:
.
A autora também é redatora publicitária há mais de 10 anos. Descobriu sua verdadeira vocação há pouco menos de 2 anos quando escreveu seu primeiro romance: ''2012 uma aventura no fim do mundo''. Depois desse mais três foram escritos: ''O Elemental'', ''O Imortal'', ''Senhor do Amanhã'', além de ''A Aposta'' e "O Homem Perfeito" - publicado em 2014 pela editora Novo Conceito.
.
TÍTULO:  O Homem Perfeito
PÁGINAS: 224
AUTOR(A):  Vanessa Bosso
EDITORA: Novo Conceito
NOTA: 4 Estrelas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...