quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Especial: Bienal do Rio 2013 + Meu Carrinho

.
Finalmente, chegou a hora de contar para vocês como foram os meus dias na Bienal do Rio 2013. Eu precisei de mais ou menos 2 dias para digerir tudo o que aconteceu, mas aqui estamos nós... Para se ter uma ideia, eu passei a semana passada inteira simplesmente surtando de todas as formas possíveis, e quando o momento de me arrumar e partir para o RioCentro finalmente chegou, eu praticamente perdi a cabeça (tanto é que eu quase arranquei a minha boca fora na hora em que eu fui fazer a barba, na manhã do primeiro domingo... Mas vocês não precisavam saber disto, não é mesmo?! Rsrs).
.
.
Foram dois dias. Dois finais de semana. No primeiro, eu saí por volta das 16h da tarde, mas no último eu praticamente fiquei da abertura até o fechamento dos pavilhões. No dia 1, eu e a Nath (sim, a autora de ''Meu Querido Professor'' e nossa companheira nesta aventura) chegamos no local por volta das 9 da manhã, e a entrada do centro de convenções já estava completamente tomado de gente. Uma multidão, e sem exagero algum. Eram pessoas saindo pelo ladrão, praticamente... E os portões nem tinham sido abertos ainda. Eu mostrei um pouquinho disto na página do blog no Facebook, e ainda me assusto só em rever o vídeo...
.
               
.
Quando eu vi esta montanha de gente, confesso que fiquei com um pouco de medo - principalmente depois dos relatos que eu havia escutado e lido por aí, sobre o tão falado sábado 31 (também conhecido como ''O Dia do Nicholas Sparks'' ou ''O Dia Mais Desorganizado de Todos, pois onde já se viu Programar um Monte de Autor famoso em uma única Data?!''). Mas, para minha alegria (e sorte), tudo ocorreu perfeitamente bem.
.
Às 10 da manhã, a entrada finalmente foi liberada, e nós dois corremos para o ponto de retirada da minha credencial de autor (cofcof). Eu achei que seria uma parte super demorada, mas muito pelo contrário, não teve muita burocracia e logo eu estava em posse do meu crachá - já dentro do RioCentro.
.
Ao contrário da edição anterior, a minha programação na Bienal deste ano estava muito mais flexível. Nada de filas gigantescas e horários malucos onde tentava me desdobrar em cinco para estar em todos os lugares... A minha palavra de ordem era apenas ''passear''. No primeiro dia e no último dia, eu e Nath aproveitamos a tranquilidade da primeira meia hora para podermos entrar nos estandes mais concorridos (tipo a Intrínseca, que simplesmente parecia ser uma colmeia superpopulosa, tamanha a movimentação lá dentro...). Eu não estava de olho nos lançamentos, e sim em livros que estavam na minha lista de desejados à muito tempo, então a feira foi uma ótima oportunidade de encontrá-los por preços absurdamente acessíveis.
.
Foto com as minhas compras... Do primeiro dia. Apenas. É.
.
Além disto, tive a oportunidade de me encontrar com pessoas que até então eu só conhecia pela internet... E de formas totalmente inesperadas e não planejada, o que foi mais legal ainda. Tipo a situação um, quando estou de boa na fila quilométrica para pagar os meus livros na Intrínseca e acabo dando de cara com a fofa da Aline, do blog ''Livros y Viagens'' (que, justamente por estar na fila, não deu para tirar um foto com ela... #Chateado). Ou como a situação dois, quando estou super concentrado nos lanches do encontro de blogueiros no estande do Grupo Autêntica (eu posso, está bem, emagreci 10 kg nos últimos dois meses) até que escuto um ''Henri!'' e dou de cara com ninguém menos que a Pam, do Garota It.
.
E o mais legal não foi só isto. Tipo, eu encontrei com uma turma bem legal que acompanha o blog e o canal por lá. E são nestes momentos em que a pessoa finalmente se dá conta que, sim, seus vídeos são assistidos, e os seus posts são lidos. E estes encontros eram tão inesperados que eu ficava sem reação. Sério, meu nervosismo - aliado ao ar-condicionado fraquíssimo e sem vazão alguma do RioCentro - me fazia transpirar lindamente (só que não)... E até mesmo me fez derrubar a minha própria câmera no chão, tamanha a minha bananice no momento (Fernanda, se estiver lendo este post, digo e repito: A culpa não foi sua. Eu é que sou um pateta! LOL).
.
.
Se você me encontrou por lá, e achou que eu tinha alguma espécie de distúrbio psicológico, gostaria de deixar claro que não, eu não tenho. Quero dizer, eu acho. Só sou uma pessoa muito tímida. Por mais que não pareça. E também sou bastante estabanado, o que era de se esperar de alguém com mais de 1,80 de altura. Enfim, se você tirou uma foto comigo lá, pode ficar à vontade para me marcar no Facebook, ou enviar o link dela através do Twitter... Vou adorar relembrar estes momentos! =)
.
E, para não dizer que eu não participei de nada, é claro que compareci em alguns eventos. Como o já citado encontro de blogueiros no estande do Grupo Autêntica (que ainda não consegui ver a foto final do grupo, mas tudo bem...). E, também no primeiro dia, teve o lançamento do livro ''A Ilha dos Dissidentes'', da Bell - quero dizer, Bárbara Moraes, do blog ''Nem Um Pouco Épico''. Para se ter uma ideia do quão legal foi, teve até um encontro completamente não planejado da turma do Clube do Livro em plena fila da sessão de autógrafos (incluindo as chefas Evellyn e Viviane, do blog ''Hey Evellyn!''). Isto por si só, já seria muito amor... Mas ficou muito melhor, pois quando íamos tirar a foto, fomos interrompidos por ninguém menos que a Mônica e o Cebolinha. Sim, os personagens do Maurício de Souza! Eu queria ser um adulto normal e dizer que, yeap, eu nem liguei. Mas não posso dizer isto, pois o Cebolinha apertou o meu ombro. Tipo, me desculpe sociedade, mas eu estava em meu momento criança. u.u
.
A turma do Clube do Livro... Sem a Mônica e o Cebolinha. #Chateado
.
A fila para a sessão de autógrafos foi super divertida, o que me fez não ligar nem um pouco para o tempo em que ficamos parados no mesmo lugar. Para falar a verdade, nem sei quanto tempo fiquei na fila, mas o bate papo foi tão legal que eu queria ter ficado mais, vê se pode?! Antes disto, eu já tinha me encontrado com a Bell (que, sim, é esta pessoa que nós vemos no ''Nem Um Pouco Épico'') na hora em que eu tinha ido comprar o livro no estande, mas a graça toda é ficar na fila e esperar para fazer tudo de forma oficial, não é mesmo? Então foi o que eu fiz. E só tenho uma foto deste momento graças à Gloria (foto acima), pois eu - como noob que sou - tinha me esquecido a minha câmera (até então ainda viva) guardada na minha mochila... Que estava com a Nath. Que estava fora da fila. É. #EpicFail
.
.
Falando em autógrafos, no mesmo dia eu também fui no estande da Novo Conceito (o mais lindo deste ano, sem sombra de dúvidas... E com o melhor serviço. É.), e conheci a Marina Carvalho - autora de ''Ela é uma Fera'' e ''Simplesmente Ana'', que é um livro que chamo intimamente de ''Simplesmente Amor''. Como eu tinha lido ele em formato digital, aproveitei a oportunidade para comprar a minha versão física dele e, claro, tirar uma foto com a autora.
.
Só que aconteceu outra coisa que eu não esperava... A Marina Carvalho lembrou da minha resenha de ''Ana''. E mais, também se lembrou da resenha de ''Ela é uma Fera''. E que tinha adorado e ficado emocionada e partilhado elas com todo mundo (para quem não sabe, Ela é uma Fera me tirou de uma tremenda ressaca literária no meio do ano). E eu nem tinha me apresentado, ou falado que era do blog ''Na Minha Estante'', nem nada. Ela ''simplesmente'' se lembrou... Agora imaginem a cara de paspalho da pessoa ao escutar isto? Sim, foi bem esta!
.
.
Ainda na Novo Conceito, também me encontrei com a Tammy Luciano, que estava lançando seu mais novo livro, ''Claro que Te Amo!''. E também a Graciela Mayrink, autora de ''Até Eu Te Encontrar''. Este foi um outro caso curioso. Na Bienal de 2011, eu tinha visto o livro da Graciela em um estande lá (não me lembro qual), enquanto eu esperava na fila da sessão de autógrafos  da Paula Pimenta. Fiquei super interessado, peguei um folder com a sinopse e tal... Mas estava sem dinheiro (a minha cota já havia acabado). Então acabei deixando a oportunidade passar.
.
Eis que, andando com a Nath pela Bienal, ela me fala que o livro estava sendo republicado este mês pela Novo Conceito. E com uma nova capa. O que foi que eu fiz? Bom, é lógico que corri para o estande... Não podia deixar esta oportunidade passar novamente. Sem falar que a Graciela Mayrink (e a irmã dela também) é uma fofa! No segundo domingo, a Nath e eu ficamos com elas até que o último exemplar do livro fosse vendido (sim, galera, o livro simplesmente esgotou! \o/) e fomos todos juntos em busca dos saldões de fim de Bienal... que foi uma parte meio decepcionante para nós quatro, já que este ano NÃO TEVE saldão. Só por quê eu fiquei até o encerramento da feira.
.
.
Mas, enfim, não vou ser injusto. O grupo editorial Record deu desconto de 40% em todos os livros dos seus catálogos depois das Oito da noite. E a Novo Conceito reduziu o preço do estande todo para 15 reais. Sim, 15 reais! Nem preciso falar a verdadeira loucura que foi quando anunciaram isto no auto-falante...
.
Sei que devo estar esquecendo várias outras coisas, mas eu já tinha avisado lá em cima que eu ainda não tinha digerido tudo o que aconteceu nestes dois dias. À cada edição, a Bienal me traz experiências únicas - nada à ver com o preço dos livros, e sim com o que acontece por lá. Com as pessoas que encontramos lá. Foi muito legal e nostálgico reencontrar com a Aninha do blog ''True Insigths'', que este ano estava trabalhando no estande da V&R. Foi super divertido planejar dar uma de poser e tirar uma foto no Trono de Ferro, no estande da Leya, e acabar desistindo por ter uma fila que nunca acabava... Tipo, nunca! Mas, ao invés disto, acabar lendo ''Flicts'', do Ziraldo, pela primeira vez aos 24 anos, de uma forma totalmente única. Foi simplesmente hilário ter que tirar uma foto da Nath ao lado de uma Clary e de um Jace bem paraguaios no estande da Galera. E também foi super emocionante ouvir o locutor anunciar o fim da Feira através das caixas de som e escutar todo mundo que estava por lá vibrar...
.
Como diz a música, ''It's not about the money''. Se você vai para a Bienal procurando super descontos em lançamentos e afins, esqueça! Vai ser uma super perda de tempo. São as experiências que vivemos nestas quase duas semanas que nos fazem esperar avidamente pela próxima edição. Mesmo enfrentando filas quilométricas, sendo empurrado de um lado para o outro nos pavilhões, tendo que pesquisar bastante para não ser assaltado na praça de alimentação, andando de um lado para o outro, ficando em pé, suando... Nada disto importa. O que nos move e nos faz ficarmos ansiosos para o que vai acontecer daqui à dois anos é a magia e o encantamento que parece permear o lugar. E é exatamente por isto que estou contando os dias para setembro de 2015.
.
.
Atualização:
.
É claro que eu iria gravar um vídeo com tudo o que eu trouxe da Bienal... E já aviso de antemão: ele ficou GIGANTESCO. Como eu disse ali em cima, no primeiro dia, a minha câmera quebrou - o que significa que vou ter que gravar os vídeos do canal através da minha web cam por um tempo. O que também significa que o áudio vai estar um tanto ''meia boca''. O que é lógico que foi o que aconteceu neste vídeo. Mas, enfim, apesar dos pesares, espero que gostem desta nossa edição. Que, eu já avisei mas aviso de novo, está realmente grande!
.
Clique no player abaixo para assistir:
.
      
.
O que chegou?
.
Intrínseca
- Lonely Hearts Club, de Elizabeth Euberg
- Cotoco, de John van de Ruit
- A Garota que Eu Quero, de Markus Zusak
.
Grupo Ediorial Record
- O Livro das Princesas, de Cabot/Pimenta/Kate/Barboza
- O Azarão, de Markus Zusak
- Bom de Briga, de Markus Zusak
- Métrica, de Colleen Hoover
.
Planeta
- O Sonho do Súcubo, de Richelle Mead
- O Calor do Súcubo, de Richelle Mead
- A Sombra do Súcubo, de Richelle Mead
- A Revelação do Súcubo, de Richelle Mead
.
Arqueiro
- Como Salvar um Vampiro Apaixonado, de Beth Fantaskey
- Refúgio, de Harlan Coben
.
Distribuidora
- Dark Divine vol. 2, de Bree Despain
- Celestial, de Jennifer Laurens
.
Grupo Autêntica
- Se7e Minutos no Paraíso. de Rafaella Vieira
- A Ilha dos Dissidentes, de Bárbara Moraes
- A Turma, de Alissa Grosso
- Três Céus, de Enderson Rafael
.
Novo Conceito
- Lola & o Garoto da Casa ao Lado, de Stephanie Perkins
- Simplesmente Ana, de Marina Carvalho
- Até Eu te Encontrar, de Graciela Mayrink

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...