quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Coluna: Julgando Livros Pela Capa #10

.
Hey, todo mundo! Sei que demorei um pouco, mas voltei (isto é, se alguém sentiu a minha falta, né?! Rsrsrs). Como o mês de Fevereiro já está no final, hoje trago um dos meus posts favoritos de todos os tempos: O Julgando Livros Pela Capa.
.
Para comemorar esta nossa 10ª edição (sim, nem eu acredito que já passou isto tudo...), nós vamos conhecer - e julgar MUITO, é lógico - as capas internacionais de uma das leituras mais divertidas do ano passado, que foi o livro ''O Herói Perdido'', do tio Rick Riordan.
.
Espero que gostem do post e digam qual é a capa preferida de vocês!
.
.
EUA: A capa americana é a mais conhecida, justamente por ser a mesma arte utilizada aqui no Brasil. O ilustrador é o mesmo da série original ''Percy Jackson'', John Rocco, só que aqui ele apostou em um estilo com traços um pouco mais fortes, diferente do utilizado nas histórias centradas no ''cabeça de alga''. Eu gosto muito desta capa, e acho toda a formatação muito bonita e elegante (sem falar que o Festus da minha imaginação é o mesmo da capa. É).
.
Reino Unido: Se existe alguma termologia que consegue expressar tudo o que eu sinto com relação às capas britânicas dos livros do Rick Riordan, ela seria ''Vergonha Alheia''. Seguindo a mesma maldição - quero dizer, o mesmo estilo das publicações anteriores na Terra da Rainha, ''O Herói Perdido'' também ganhou uma manipulação tosca/horrenda/wth?! de photoshop como ilustração. Agora a pergunta que não quer calar: alguém gosta destas capas?! o.O
.
.
Alemanha: Eu já falei que tenho medo da editora Carlsen?! Tipo, todos os livros que você puder imaginar, são publicados por eles na Alemanha. Harry Potter, Crepúsculo, Jogos Vorazes, Feios, etc. É meio assustador... Enfim, dito isto, o que dizer desta capa incrível que eles deram para ''O Herói Perdido'' por lá? Além de manterem o Festos na ilustração (um conceito que se repetiu mundo à fora), o destaque também fica para o Leo, que foi simplesmente o meu personagem favorito no livro - e que as pessoas fazem questão de negligenciar. É. Mas como o povo lindo da Carlsen é diferente, não tinha como não amar! *o*
.
Dinamarca: Outra edição incrível vindo das terras do norte... Assim que eu vi esta capa dinamarquesa pela primeira vez, eu simplesmente me apaixonei. É tão bem trabalhada, que lembra o poster de um filme (ou a capa de um dvd/blu-ray, mas vocês entenderam o que eu quis dizer). Sem falar que eu acho que foi a única edição que acertou na aparência dos personagens com relação à idade deles - já que eles são adolescentes, não pré-adolescentes como a maioria das capas deixam transparecer - e também tem o Jason e a Piper de mãos dadas, o que me fez vomitar arco-íris infinitamente.
.
.
Indonésia: Eu geralmente adoro as artes da Indonésia. No quesito capa, eles sempre arrebentam. Mas com ''O Herói Perdido'', achei que eles não inovaram. Apesar da ilustração ser outra, todo o conceito da imagem - até a diagramação - é a mesma da capa americana. Me lembrou exatamente as capas espanholas da série Harry Potter, onde a editora copiava o estilo da edição do Tio Sam, só que com um artista diferente. Eles poderiam ter arriscado mais, sem falar que achei o trio da capa muito ''infantil'' para a idade real deles no livro. ''(
.
China: Eu gostei bastante da cena que a editora chinesa utilizou como carro chefe para o livro, mas não gostei da forma como ela foi desenhada... Sei lá, o Festus ficou com uma aparência de Pokémon ''made in Paraguai'' que não ficou legal, e se você não prestar a atenção, nem percebe o trio de protagonistas caindo no canto da capa, de tão escondidos que eles ficaram. Enfim, não curti!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...