sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Resenha: Belo Desastre

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. 
.
Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. 
.
O que eu achei?
.
Eu tinha todos os motivos do mundo para odiar ''Belo Desastre''. Em primeiro lugar, ele chegou por aqui sendo vendido como uma espécie de ''50 Tons de Cinza'' para Jovens Adultos*, e todos sabem o quanto tive problemas com este livro. Além disto, todo o borborinho causado na blogosfera literária meio que me assustou (Sempre que isto acontece, eu já me preparo para o pior). E, para completar, eu meio que achei a sinopse bem clichê, do tipo: Menina ''boazinha'' com ossos no porão + bad boy buscando redenção... É, nós já vimos esta história antes, e achava MUITO difícil o mesmo raio cair três vezes no mesmo lugar.
.
Mas ele caiu.
.
Para começar, a escrita da Jamie McGuire é viciante, visceral e muito fácil de ser lida. Já nas primeiras linhas, do primeiro capítulo, ela já começa a história à 200 km/h, te fisgando e te fazendo mergulhar na narrativa logo de cara. Eu consegui ler as mais de 300 páginas do livro em menos de 24 horas, de tão hipnotizado que eu estava. E isto foi um recorde para mim...
.
O livro também é cheio de cenas de sexo sem camisinha (o que eu não recomendo para ninguém!), violência, bebedeiras e palavrões... O que a princípio poderia ficar hiper vulgar, mas a Jamie consegue te levar na maior naturalidade e sem tratar estes assuntos de forma paternalista - o que eu sempre acho ótimo e ganha muitos pontos comigo (no quesito ''livro'', não que eu seja uma pessoa boêmia, muito pelo contrário), pois sempre que me deparo com algum destes assuntos em um romance para jovens, quase que imediatamente encontramos um sinal de alerta piscando em cima deles, e isto não acontece em ''Belo Desastre''.
.
Pelo contrário, o leitor sabe MUITO BEM que aquilo tudo é reprovável, está quase que implícito, mas na trama funciona muito bem.
.
Mas, entretanto, a grande estrela do livro é o relacionamento conturbado da Abbs com o Travis. Como eu disse no começo, ela é a ''falsa careta'' cheia de segredos obscuros no passado e ele o típico Bad Boy com temperamento difícil, que fuma, bebe, ganha dinheiro em lutas clandestinas e transa todo dia com uma mulher diferente. Até que os dois se conhecem, e as fagulhas voam. Desde o começo você percebe que a relação deles é um carro desgovernado, mas - por incrível que pareça, você torce para que tudo dê certo. 
.
Travis tem um sério transtorno compulsivo obsessivo, e quando ele começa à sair com a Abbs, ela percebe que o cara pode dar muito problemas. E ele dá! E acho que este é o ponto - o do controle doentio - em que comparam o livro com ''50 Tons'' ( o que eu não concordo, pois neste você claramente enxerga uma psicopatia, não apenas um fetiche como na história do Christian Grey). E mesmo com ele agindo desta forma extremamente doentia, que com certeza geraria vários processos e ordens de restrições na vida real, o leitor acaba entendendo o lado dele também - o que, sem sombra de dúvidas, deixa tudo mais doentio!
.
Como disse no ''Diários de Leitura'', isto nunca funcionaria fora das páginas. Este comportamento inegavelmente controlador do Travis é uma característica assustadora e que sempre acaba da pior forma (acreditem, conheço alguns casos), mas - na história - ela acaba se transformando em um atrativo à mais, o que te leva à pensar que talvez quem tenha problemas seja você, por comprar um relacionamento destes e esperar que dê certo como em um conto de fadas.
.
O livro todo é uma montanha-russa emocional, e mexe com você de verdade. Tudo acontece de uma forma que  te prende às páginas, e você não consegue largá-lo até chegar ao final. A história é um tanto nociva, perturbadora e cheia de mal exemplos... Mas te conquista. Como um verdadeiro Guilt-Pleasure. E sem sombra de dúvidas, se tornou um dos meus livros favoritos da estante, do jeito mais inesperado possível.
.
ps: Sim, eu sei que todos estão classificando este livro como ''New Adult'', mas eu simplesmente não suporto esta classificação... Acho desnecessária e modinha, e cria uma espécie de ''inferiorização'' dos Jovens Adultos. Enfim, é a minha opinião.
.
ps2: Atualmente, a autora trabalha em ''Walking Disaster'', e versão da história pelo ponto de vista do Travis... Nem preciso dizer que talvez este consiga ser ainda mais intenso do que o ponto de vista da Abbs, não é mesmo?!
.
Meu quote favorito:
.
''- É perigoso precisar tanto assim de alguém. Você está tentando salvar o Travis, e ele espera que você consiga. Vocês dois são um desastre.
  Sorrio para o teto.
  - Não me importa o que seja ou o porquê. Quando é bom, Kara... é lindo.
  Ela revira os olhos.
  - Você está ferrada.''
.
Para ler escutando:
.
Música: We Found Love - Artista: Rihanna
Música: Please Don't Leave Me - Artista: P!nk
.
Sobre o autor:
.
Jamie McGuire nasceu em Tulsa, Oklahoma. Ela foi criada por sua mãe Brenda em Blackwell, Oklahoma, onde ela se formou no colegial em 1997. 
.
Jamie assistiu à Northern Oklahoma College, da University of Central Oklahoma, e Autry Centro de Tecnologia, onde se graduou com uma licenciatura em Radiologia. Jamie vive agora em Enid, Oklahoma, com seus três filhos e marido Jeff, que é um cowboy de verdade. Eles compartilham seus 10 hectares, com quatro cavalos, quatro cães e Galo o gato. 
.
Livros publicados por Jamie incluem a trilogia Providence, e o ''The New York Times best-seller'' Beautiful Disaster, um romance contemporâneo. Quando ela não está escrevendo, Jamie passa seus dias deixando seus quatro cães dentro e fora de casa.
.
TÍTULO:  Belo Desastre
TÍTULO ORIGINAL: Beautiful Disaster
SÉRIE: Belo Desastre
PÁGINAS: 392
AUTOR(A):  Jamie McGuire
EDITORA: Verus
NOTA: 4,5 Estrelas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...