sábado, 30 de junho de 2012

Resenha: Cidade das Cinzas

''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. 
.
Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace. Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo?
.
O que eu achei?
.
É mais do que fato consumado que ''Cidade dos Ossos'' foi a minha leitura mais frustrante de 2010. Eu esperava grandes coisas do livro e, no fim, acabei me decepcionando monumentalmente - o que nos rendeu a resenha mais épica e raivosa que este blog já publicou. A minha irritação com a trama foi tão grande que eu quase me tornei aquilo que eu mais odeio: um hater! E tudo o que me consolava era o fato de que, apesar dos pesares, eu continuava comprando os livros  por achar as capas bonitas - o que é uma atitude muito fútil, eu sei, mas vocês me conhecem...
.
Várias pessoas falaram para mim continuar com a série, que eu iria me surpreender com os próximos, mas eu estava muito confortável como estava, sem precisar (ou pensar em) ler os livros. Mas es que chega o momento do lançamento do quinto livro da série - City of Lost Souls - e junto com ele, me deparo com um dos Booktrailers mais perfeitos que eu já assisti na minha vida. O vídeo me impressionou bastante, e - pela primeira vez em muito tempo - eu reconsiderei seriamente à ler a série.
.
E foi o que eu fiz... Na cara e na coragem, tentando esquecer - à todo custo - a experiência anterior.
.
Logo no começo, pude comprovar que a escrita da Clare estava bem melhor. A construção da trama estava me agradando bastante - bem diferente do Samba do Crioulo Doido que foi ''Cidade dos Ossos'' - e os personagens não estavam me irritando. E este reflexo caiu justamente sobre o  ''todo poderoso'' Jace. Eu simplesmente o achei insuportável no primeiro livro... Neste, eu conseguia achar graça dos seus comentários sarcásticos. Entretanto, a melhora evidente não estava ajudando no meu ritmo de leitura. Eu simplesmente não sentia ''gana'' para ler o livro, e várias vezes o deixava esquecido na estante.
.
Esta minha relação com ''Cidade das Cinzas'' durou mais ou menos até a metade do livro. Então, foi neste momento que houve a ''Grande Virada''. Veja bem, eu estava gostando de ler e tal, mas aquela velha sensação de ''fanfic Draco&Gina do universo de Harry Potter'' meio que continuava no fundo do meu cérebro. Até que as coisas começaram a esquentar DE VERDADE, e tudo o que eu conseguia pensar era ''Oh, Meu Deus!'', ou ''Saí daí!'' ou ''Não!!! F#deu...''.
.
E isto me deixou MUITO feliz. Por quê, finalmente, eu estava vendo as páginas queimarem na minha frente, e eu não conseguia largar o livro. Tanto é que  eu li as 200 últimas páginas em uma talagada só. Quando virei a última página, eu me sentia em paz. E bastante surpreso, pois eu não tinha acabado o livro de mal com ele, como havia acontecido com o primeiro da série. É claro que a lembrança das primeiras páginas deste ainda estavam presentes na lembrança, mas o final tinha me dado uma nova perspectiva sobre tudo. E era bem melhor, sem sombra de dúvidas.
.
Mas, apesar de toda a empolgação, o meu lado racional não me deixou em paz. Ainda não me considero um fã da série, e acho até que se eu dissesse algo como ''entusiasta'' estaria soando falso para mim. Entretanto, esta minha leitura de ''Cidade das Cinzas'' serviu para me mostrar (e PROVAR) que, por mais que recusemos, todos merecem uma segunda chance para se redimir. E até que a Cassandra Clare começou bem. Vamos ver nos próximos...
.
Meu quote favorito:
.
''- O que a faz pensar que a mudança de planos do Valentim teve alguma coisa a ver com o seu irmão? 
- Porque - disse Clary com total certeza - só Jace pode irritar alguém tanto assim.'' 
Página 296
.
Sobra a autora:
.
Cassandra Clare nasceu em uma família americana no Teerã, Irã e passou grande parte de sua infância viajando pelo mundo com sua família, incluindo uma caminhada pelo Himalaia quando criança, que foi quando ela passou um mês vivendo na mochila de seu pai. Antes dos seus dez anos de idade ela morou na França, Inglaterra e Suíça. O fato de que sua família se mudava muito, ela encontrou familiaridade nos livros e estava sempre com um livro debaixo do braço. Ela passou seus anos de escola em Los Angeles, onde ela costumava escrever histórias para divertir seus colegas, incluindo um romance épico chamado "The Beautiful Cassandra", baseado na homônima história de Jane Austen.
.
Após a faculdade, Cassie viveu em Los Angeles e Nova York, onde trabalhou em várias revistas de entretenimento e até mesmo em alguns tablóides bastante suspeitos, onde ela relatou sobre a viagem ao mundo de Brad e Angelina e as avarias do guarda-roupa de Britney Spears. Ela começou a trabalhar no seu romance YA, Cidade dos Ossos, em 2004, inspirada na paisagem urbana de Manhattan, sua cidade favorita. Ela dedicou-se em tempo integral em sua ficção fantasia.
.
TÍTULO:  Cidade das Cinzas
TÍTULO ORIGINAL: The Mortal Instruments: City of Ashes
SÉRIE: Os Instrumentos Mortais
PÁGINAS: 404
AUTOR(A):  Cassandra Clare
EDITORA: Galera
NOTA: 3,5 Estrelas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...