segunda-feira, 27 de junho de 2011

Resenha: Muito Além de Forks

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Em 2005, Crepúsculo apresentou Bella Swan e Edward Cullen aos leitores - nascia um fenômeno mundial. Desde então, milhares de pessoas acompanharam a inebriante história de amor que se seguiu em Lua nova e em Eclipse e que chegou ao clímax em Amanhecer.
 .
Agora, pela primeira vez, Stephenie Meyer revela os segredos por trás da série e mostra as histórias e anotações que fizeram parte de seus exercícios de criação, que incluem perfis detalhados de personagens, informações genealógicas e extensas referências cruzadas. 
.
O livro traz ainda uma entrevista exclusiva, franca e bastante pessoal, cedida por Stephenie à amiga e também escritora Shannon Hale. Para os fãs, uma oportunidade única de conhecê-la bem mais de perto. Repleto de belas imagens, Crepúsculo: Guia Oficial Ilustrado da Série proporciona uma experiência completamente nova do universo de Crepúsculo, desde o momento em que Bella pôs novamente os pés na cidade de Forks até o fantástico e instigante desfecho da saga.
.
O Que eu Achei?
.
É, eu sei... esta resenha de ''Crepúsculo: Guia Oficial Ilustrado da Série'' levou ERAS para sair.
.
Mas, antes de mais nada, gostaria de explicar que fazer esta resenha será um verdadeiro desafio para mim. Até por quê, se você não é fã da Saga, provavelmente não irá ver utilidade nenhuma neste guia. E, além deste pequeno detalhe, tenho que me lembrar que - como o próprio nome diz - ele é um ''Guia''. Ou seja: o livro é todo divido em tópicos e subtópicos, sem uma história linear à se seguir.
.
Por isto, a única maneira que pensei em fazer a resenha da forma mais honesta possível com o Guia seria a dividindo em ficheiros, assim como o próprio livro. Cada ponto da review irá passar o que eu senti - como fã da Saga - ao ler o tópico citado no Guia, e qual foi a minha sensação diante das ''novidades'' (e outras coisas não tão novas assim...).
.
Basicamente, uma resenha de um fã para fãs.
. 
Entrevista com Stephenie Meyer
.
A parte introdutória do Guia, sem sombra de dúvidas, é uma das mais legais (e, também, uma das mais extensas). Em uma entrevista conduzida pela amiga Shannon Hale, autora do livro ''Academia de Princesas'', Stephenie Meyer se mostra bem à vontade e responde questões como de onde ela sentiu a necessidade de criar o Jacob e qual seria o segundo livro da Saga, logo no início. Apesar de comentar vários pontos que provavelmente quem é fã já deve estar careca de saber, eu gostei de verdade deste ponto do Guia. É bem intimista, e a criadora da série não esconde nada (em outras palavras: Spoilers sem culpa!).
.
A Stephenie explica o por quê de várias de suas decisões ao longo da Saga (o que deve responder à muitos leitores, principalmente os ''haters'' de ''Amanhecer''), conta sua relação com os personagens e como se sentiu ao ter que lidar com a crítica - tanto positivas quanto negativas. Este foi um momento bastante curioso da minha leitura, pois eu me identifiquei bastante com ela - coisa que eu nunca imaginei, mesmo sabendo que nós dois tínhamos vários pontos em comuns (como eu falei na minha Lista de Escritores Favoritos).
. 
A Mitologia e os Personagens
.
Uma parte que me surpreendeu muito no livro foi esta. Vejam bem, eu sou um fã ''Velha Guarda'' da Saga... Mas nunca imaginei - dizendo de uma forma melhor, nunca consegui enxergar - muita profundidade na trama criada pela Meyer. O que, com este Guia, ela me mostrou o quanto eu estava enganado.
.
Para começar, a mitologia que a Stephenie concebeu para o seu Mundo é incrível. Tudo tem um detalhe plausível para existir, e até mesmo o seu ''brilho porpurinado'' para os vampiros (o maior motivo de piadas sobre a série) tem uma explicação lógica - algo que ela já havia tentado reparar no recente ''A Breve Segunda Vida de Bree Tanner''. Outro destaque também da mitologia de Crepúsculo são as diferenças entre os Lobisomens ''Filhos da Lua'' e os Lobos Quileutes. Mesmo não tendo participação nenhuma nos cinco livros da Saga, o primeiro grupo ganha uma análise interessante e profunda de suas características - o que é bem legal, pois mostra como a Stephenie Meyer ''visualiza'' os Lobisomens tradicionais.
.
Porém, o ponto alto desta parte do livro é a ficha completa dos personagens. Cada grupo é dividido em raças (Vampiros, Lobisomens e Humanos), e - dentro de cada grupo - eles são separados em Clãs, Matilha e etc. No perfil de cada um, nós conhecemos o passado de TODOS os personagens - desde os principais até aqueles que só apareceram para dar um oi para a Bella. É incrível quantas histórias a série principal esconde - e, mesmo tendo que dividir espaço com velhos conhecidos, vários ganham um destaque realmente merecido e que poderiam ter sido explorados de forma melhor anteriormente (como, por curiosidade, a Lauren - a ''inimiga'' escolar da srta. Swan).
.
Foi a partir desta seção que eu consegui mergulhar de verdade no universo da Saga Crepúsculo... E confesso que ficava me perguntando como a J. K. Rowling poderia explorar ainda mais o universo já complexo da série ''Harry Potter'' se resolvesse lançar o já lendário ''Livro Escocês''.
. 
Cronologia
.
Outra parte que me surpreendeu bastante durante a leitura do ''Guia''. Neste tópico, a Stephenie basicamente conta a História dos Vampiros, desde a formação dos Volturi, passando pelo surgimento do primeiro Lobo Quileute, as Guerras do Sul, até finalmente chegar à ''batalha mental'' entre os Cullens e a Realeza Italiana. Mesmo revelando a história de praticamente todos dos personagens algumas páginas antes, a autora consegue nos surpreender novamente com outros detalhes nunca revelados - cada evento devidamente datado e organizado.
. 
Principais Eventos
.
Se esta resenha seguisse o meu modelo antigo, com certeza ''Principais Eventos'' entraria para o nosso velho conhecido ''Momento Desnecessário''... Afinal, este tópico do Guia nada mais é do que um resumo - capítulo à capítulo - dos quatros livros da Série: de ''Crepúsculo'' à ''Amanhecer''. Para mim, esta era uma parte que poderia facilmente ter ficado de fora - já que, se você esta lendo o 'Guia Oficial', é por que com certeza já pelo menos passou o olho pelas páginas dos volumes que formam a Saga. Uma bola fora, mas isto acontece nas melhores famílias (eu acho!).
. 
Playlist, Fan-Arts e Capas pelo Mundo
.
Para mim, este é um dos melhores momentos do livro. Acho que, para quem visita o blog, sabe o quanto eu goste músicas, desenhos de fãs e capas de livros... Então, ter tudo isto reunido  em um só lugar, para mim, foi algo fantástico. Das playlist da série, a que eu mais gostei foi a de ''Eclipse'' e a de ''A Breve Segunda Vida de Bree Tanner''. Me pareceu que as músicas se encaixaram melhor nas cenas - e eu conhecia mais as músicas. Só achei que a forma de explicação da tia Steph poderia ter sido melhor. Citações são legais e tudo mais, mas acho que ela poderia ter sido um pouquinho mais direta.
.
Já quanto às Fan-arts e Capas pelo Mundo, eu não tenho do que reclamar. Mesmo não tendo basicamente nada escrito, só imagens, eu passei página por página com cuidado, me deliciando com cada ilustração - conhecidas e outras nem tanto. Acho que estes dois tópicos dariam ótimos posts aqui para o ''Na Minha Estante'', e quem sabe um dia eu não faça isto mesmo?!
. 
Os carros
.
E quem disse que os famosos automóveis da série iriam passar batidos?!
.
É, eles não passaram. E, como nos livros narrados pela Bella, a Stephenie pediu mais uma vez a ajuda do seu irmão, Jacob, para introduzir os fãs ao incrível mundo da ''Car & Drive''. Com uma propriedade beirando à técnica, o irmão da autora explica as vantagens e desvantagens de cada veículo, e traça um paralelo entre eles e a personalidade de seus donos (Sim, foi ele que deu a idéia para irmã famosa - e multi milionária - de dar à Alice um Porsche Amarelo Canário...).
.
Quem não se interessa muito por carros, pode achar esta parte um tanto enfadonha e parada, mas eu realmente gostei das curiosidades - e descobri que não sei NADA sobre mecânica! Só de carros mesmo...
. 
Cenas Cortadas & Perguntas Frequentes
.
Terminando o Guia, a autora responde algumas perguntas feitas pelos fãs e disponibiliza algumas cenas cortadas dos livros ''Crepúsculo'' e ''Lua Nova''. Na parte do F.A.Q., eu achei que algumas dúvidas eram bobinhas demais, e outras foram um tanto repetitivas. Eu já me deparei com impasses muito maiores, e que poderiam ter sido facilmente explicados nesta seção do Guia. Já nas ''cenas deletadas'', algo que me decepcionou um pouco foi o fato da Stephenie não ter publicado o material todo que está presente em seu site, apenas algumas cenas... Para quem já leu este ''extra'', vai sentir falta do epílogo estendido de ''Crepúsculo'' e do ''Fundo de Apoio ao Estuadante'' (era este o nome?!) do livro ''Lua Nova''. Uma pena, mas valeu a intenção.
.
Quem Me Conquistou?
.
Mesmo não tendo uma história linear, ou uma narrativa tradicional, em ''Crepúsculo: Guia Oficial Ilustrado da Série'' nós conhecemos bastante o passado dos personagens. E, através da ficha de cada um, eu pude gostar mais ainda de velhos conhecidos e enxergar outros com uma perspectiva completamente diferente.
.
Do primeiro grupo, duas personagens que eu já gostava e que me conquistaram completamente com suas trajetórias presentes no Guia foram a vampira Victoria e a Loba Leah. A história das duas são incríveis de maneiras de formas totalmente diferentes, e a história da vilã nômade é uma das mais tristes - de todos os ângulos possíveis e imagináveis.
.
Já uma personagem que senti que teve sua história praticamente negligênciada durante a Saga, e por isto eu não tinha uma visão muito ampla de sua personalidade, foi a vegetariana Esme. A matriarca dos Cullens oculta um longo passado, em que se mostrou uma mulher forte e corajosa nos momento mais difíceis - e isto acabou se perdendo durante os volumes narrados pelo ponto de vista da Bella.
.
Meus Quotes Favoritos
.
'' (...) Escritores precisam de mais dessa outra realidade para a qual escapar. Acho que os escritores realmente têm essa necessidade de mais de uma realidade.''
.
página 27
.
''Em cada livro sempre vejo aquela parte que acho que vai revoltar as pessoas ou que será alvo de deboche(...) Eu sabia o que viria.''
.
página 32
.
''Então, às vezes acontecem coisas na história porque meu personagem, sendo quem é, não pode fazer nada diferente. Eu o criei como ele é, e fui tão severa na definição, que agora não posso mudar o seu curso de ação sem sentir algo como: Bem, isso não faz parte do personagem - não é algo que ele faria''.
.
página 35
.
''Mas sei o que teria acontecido se Edward não tivesse voltado. Conheço toda a história - como ela se desenrolou, qual seria o futuro deles''.
.
página 41
.
''E, desse modo, os finais, para mim, são sempre inevitáveis. Chega-se a um ponto do qual não há mais outro caminho a seguir''.
.
página 45
.
Minha Playlist
.
Música: Decode - Artista: Paramore
.
Acho que não preciso dizer muita coisa... Neste livro, nós praticamente ''decodificamos'' a série inteira - sem falar que não dá para pensar na Saga sem escutar em sua mente os acordes inicias já antológicos da banda Paramore.
.
TÍTULO: Crepúsculo - Guia Oficial Ilustrado da Série
TÍTULO ORIGINAL: The Twilight Saga - The Official Illustrated Guide
SÉRIE: Crepúsculo
PÁGINAS: 559
AUTOR(A): Stephenie Meyer
EDITORA: Intrínseca
NOTA: 8,5

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...