segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Resenha: Doce Dezesseis

''Na Minha Estante'' adverte: A resenha a seguir pode conter Spoilers ocasionais da trama abordada... Não que vá interferir em alguma coisa, mas é só para não falarem que eu não avisei!
.
Sinopse:
.
Sixteen is the magic number
.
Mia doesn't always have the best luck with parties, so even though it's her sweet sixteenth, she doesn't want a birthday bash. As usual, Grandmère has other ideas, and thinks a reality TV special is just the thing in order to celebrate royally. The whole scheme smacks of Lilly's doing -- Lilly, whose own TV show is still only limited to local cable viewers.
.
Will Mia be able to stop Grandmère's plan? Will her friends ever forgive her if she does stop it, since it involves all of them taking the royal jet to Genovia for an extravaganza the likes of which would turn even Paris Hilton green with envy? Why can't Mia get what she really wants: an evening alone with Michael?
.
With a little luck, this sweet sixteen princess might just get her wish -- a birthday that's royally romantic.
.
O que eu achei?
.
Confesso que, ao comprar ''Sweet Sixteen Princess'', eu não esperava muita coisa... Eu já li diversos livros da série ''O Diário da Princesa'', então sei muito bem como é o estilo ''Mia Thermopolis de ser''. Então, sim, eu só comprei este ''livro-meio'' para poder praticar as minhas leituras em inglês.
.
Só que é aí que vem a surpresa: eu GOSTEI de ''Sweet Sixteen Princess''. Mesmo estando em outra lingua, eu consegui ler suas - apenas - 82 páginas em 1 dia e meio (contando com trabalho, atualizações do blog e blá, blá, blá...). Para mim, o grande diferencial deste extra para os volumes normais de ''O Diário da Princesa'' foi justamente o tamanho.
.
Com um número de páginas redusidos, Meg consegue contar todos os ''dramas'' vividos pela Mia e seus amigos sem que a história comece a cair para o lado chato - o que, infelizmente, não ocorre nos outros. Sem contar que este livreto possui uma pequena história à parte que nos faz o querer devorar na hora...
.
Em ''Sweet Sixteen Princess'', Mia se vê diante de uma super-ultra-mega festa de debutante planejada por sua insuportável (e eternamente DIVA) Avó, que por acaso é ninguém menos que Clarice - a Princesa-Mãe do pequeno país de Genovia - e com os problemas que o Grêmio estudantil (presidido por ela) de implantar em sua escola, a Albert Einsten High School, um sistema de Educação Física que agrada não só aos esportistas, mas todos os alunos em geral. Além disto, a princesa quer testar a lealdade de sua amiga Lilly - a levando a fazer algo em que nunca imaginou, e que pode acabr com a amizade das duas para sempre.
.
Sem muito rodeios, eu me diverti MUITO lendo o livro. Mesmo que eu geralmente não goste da personalidade da protagonista, a Mia estava simplemente hilária neste volume. Eram tantas frases hilárias que eu marquei dezenas delas para comentar aqui na resenha.
.
Querem um exemplo. Leiam esta aqui:
.
(...)''Perhaps I was only imagining the whole Grandmère/Lilly plot to fete me against my will.
.
Which isn't any wonder, really, if you think about all the stuff they've gotten up to behind my back in the past. Really, they are like the Snape/Malfoy pairing of the Muggle world. Only without the capes.''
.
Viram só? Eu não consegui parar de rir um minuto sequer... Foi por isto que, logo depois de acabar a minha leitura de ''Sweet Sixteen Princess'', eu entrei no site da Saraiva e encomendei outro livro meio da série: o ''Valentine Princess''.
.
Então, se você está a fim de uma história que te faça dar boas gargalhadas - ou simplesmente um livro em inglês em que você possa ler sem a ajuda de um diconário - com certeza ''Swwet Sixteen Princess'' é uma ótima opção.
.
ps: Não sei por que a editora Galera Record ainda não traduziu estes livros aqui no Brasil... Fazer o quê, né?!
.
O Ponto Alto
.
Sem dúvida alguma, a festa de aniversário foi o grande ponto-alto do livro. Tudo bem que não era nenhuma ultra-super-mega comemoração planejada pela Grandmère - com direito a especial na Mtv - mas, com certeza, foi um aniversário dos sonhos. Não vou entrar em detalhes (estou tentando controlar o número de Spoilers que coloco em minhas resenhas), mas o que eu posso dizer é que envolve uma tenda no meio de NY, patins de gelo e ''(I've Had) The Time of My Life'' - a canção tema do musical ''Dirty Dancing''.
.
Momento Desnecessário
.
Uma das grandes vantagens ao lermos um livro de apenas 82 páginas é que o autor não tem muito tempo para desvirtuar a história, empurrando cena atrás de cena sem propósito algum na trama. O que não é diferente com ''Sweet Sixteen Princess''. Meg Cabot conseguiu muito bem narrar as ''desventuras'' de Mia à cerca de seu 16º aniversário sem apelar para artifícios do tipo ''incha-linguíça''.
.
Quem me conquistou?
.
Não preciso pensar duas vezes para dizer quem é o meu personagem favorito na série ''O Diário da Princesa''. Afinal, não tem como. Grandmerè É a Diva eterna dos Romances para o público Jovem Adulto. A avó de Mia pode ter seus cílios tatuados, pode viver entornados goles e mais goles de sidecar, pode ser uma víbora sem coração que só faz as coisas por simples interesse.... Mas ela é quem ela é, e não tem como não ser fã dessa mulher.
.
Quem eu odiei?
.
Para quem já conhece à série do início ao fim, eu poderia puxar o coro e dizer que o persnoagem mais irritante de ''Sweet Sixtten Princess'' foi o JP. Mas, aí que 'tá, ele nem apareceu tanto assim neste livro para eu poder justificar o me ódio contra ele... Então acabou que eu encontrei mais uma vantagem em ler um ''livro-meio'' da série O Diário da Princesa: o volume é tão pequeno, que você não consegue nem odiar aqueles personagens que você já odiava (confuso, não é?!).
.
A Capa
.
A cobertura de 'Sweet Sixteen Princess'' realmente é um show à parte... Não apenas por ser em Hardcover (tá, isso ajudou muito!), mas o trabalho feito na jacket foi realmente muito bem feito - com direito à alto-relevo e letras prateadas. Por isso dou ''Cinco Tiaras + Três Cetros Reias'' para a equipe da Harper Teen (mesmo que, ultimamente, eles não venham merecendo muito - vide o caso LJ Smith... Mas isto é outra história!).
.
Minha Playlist
.
Música: (I've Had) The Time of My Life - Artista: Bill Medley
.
Sim, a música que o BEP fez o favor de estragar (acreditem, muitos fãs de ''Dirty Dancing'' se sentiram ultrajados ao escutarem o hit ''The Time [Dirty Bit]''). E a Mia, sendo uma fã incondiocnal do filme (assim como a minha irmã), não poderia receber outra música de presente em seu aniversário do que esta... E ela se encaixa direitinho na cena em que aparece, o que não é supresa, já que ''The Time of My Life'' é praticamente um hino dos Bons Momentos - sejam eles uma festa de 16 anos, uma formatura ou Reveillón....
.
TÍTULO: Sweet Sixteen Princess - A Princess Diaries Book
AUTOR(A): Meg Cabot
EDITORA: Harper Teen
NOTA: 8,0

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...