sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Resenha: Quem é Esta Garota?

''Na Minha Estante'' adverte: A resenha a seguir pode conter Spoilers ocasionais da trama abordada... Não que vá interferir em alguma coisa, mas é só para não falarem que eu não avisei!
.
Sinopse:
.
Bree Tanner, uma personagem completamente ignorada por muitos ao ler Eclipse. Alguém que ninguém imaginava ter um livro dedicado somente a sua história como vampira.
.
Bree é uma vampira recém-criada, que é integrante do exército criado por Riley e Victoria. Em toda sua breve vida como vampira foi “treinada” sob o medo. Ameaças com uma só justificativa. Domar o pequeno exército através do medo, e o único pensamento: sobrevivência. A menina nunca gostou de se misturar e participar das ativadades dos outros recém-criados. Em uma das “caçadas” conhece Diego, um dos mais velhos do exército. Um rapaz compreensivo, e gentil, que acaba se importando com ela. Infelizmente todos sabemos que o final da pequena Bree Tanner não é nada feliz.
.
O que eu achei?
.
O que eu posso dizer de ''A Breve Segunda Vida de Bree Tanner'' é que ele é um livro Inesperado. Inesperado por que ninguém tinha idéia dele... Dois meses antes do seu lançamento, a tia Steph simplesmente atualizou o seu blog e soltou a bomba em cima de seus leitores. Inesperado por que, com um curto volume, a história da recém-criada consegue ser mais cativante do que os quatro longos volumes do romance entre a Humana e seu Vampiro.
.
A escrita de Meyer amadureceu, e percebemos isto. As emoções e as descrições características dela estão lá, mas elas não são cansativas e dão um ritmo ágil para a trama. Alguns podem estranhar, mas o livro não possui capítulos. No começo, confesso que fiz birra quanto a isto; mas, depois de pensar um pouco mais sobre o assunto, eu simplesmente achei esta idéia genial - afinal, os vampiros brilhantes de Stephenie não dormem... Então, como a última semana de vida de Bree poderia ser narrada com pequenas interrupções?
.
A história em si já é nossa velha conhecida - trata-se da formação do plano de vingança de Victoria contra Bella e o clã Cullen - mas sob o ponto de Vista da menina, ela ganha nuances totalmente diferentes. Descobrimos coisas que não imaginávamos. Conhecemos novos personagens cativantes. E torcemos para que Bree tenha um final feliz... Mesmo sabendo desde o princípio que ela não terá.
.
O Ponto Alto:
.
Quando Bree e Diego, seu melhor ''amigo'', descobrem que não explodem ou viram cinzas quando andam no sol. A visão da recém-criada é totalmente realista, e deixa uma das maiores viagens nas drogas de Stephenie Meyer - o fato de seus vampiros brilharem como porpurinas - muito mais plausível... E aceitável também. O que só nos lembra o quão melosa e emo é a Bella narrando. E que Bree não é cega, nem romântica ao extremo.
.
Momento Desnecessário:
.
A Bree MORRE! Todo mundo sabe disso, mas depois de ler sua última semana, eu me apaixonei por ela. Ela havia sofrido tanto em vida, foi transformada em vampira pelos motivos totalmente errados, que quando chegamos em seu final derradeiro, não aceitamos. Eu queria mais que  190 páginas para Bree... Queria que ela fugisse com Diego e com Freak Fred. Queria que seu livro fosse grande, que sobrevivesse à batalha nos Prados de ''Eclipse'' e que ela tivesse um final feliz. Pena que nem sempre o que a gente quer é o que acontece. O mundo é um lugar cruel, e temos que saber lidar com isto.
.
ps: Como perceberam, isto não é exatamente um 'Momento Desnecessário', e sim apenas um desabafo... Simplesmente ignorem este leitor apaixonado. Rsrs.
.
Quem Me Conquistou?
.
Bom, a Bree está óbvio. Fiquei ''in Love'' por ela, e ainda resguardo o seu luto. Mas Diego e Freak Fred me conquistaram também. Até as gangues formadas dentro do exército de Recém-Criados cativaram um lugarzinho na minha lembrança. Freak Fred, aliás, me deixou com uma pulga atrás da orelha. Afinal, porque os personagens chamados ''Fred'' sempre são tão maneiros?!
.
Quem eu Odiei?
.
Eu poderia dizer a Victoria ou o Riley, mas estaria mentindo... Eu tenho uma QUEDONA por todos os nômades da Saga Crepúsculo, e mesmo vendo as maldades dos dois, nunca poderia falar mal dos meus Divos (*-*). Por isso, não me resta escolha além dos Volturi. Sim, eles estão presentes em ''A Breve Segunda Vida de Bree Tanner''... Mais ardilosos e traíras do que julgavamos serem capazes. E é por causa deles que a Bree não tem um final diferente.
.
ps: Jane, my dear, I HATE YOU!
.
A Capa:
.
Bom, é um volume da Saga Crepúsculo. O que significa ''Capas Expetaculares''! ''Bree Tanner'' não foge a regra, e a ampulheta vermelha nos lembra que o tempo está acabando para a noss vampira. Cinco gangues de Recém-Criados para a galera da Tia Steph.
.
Minha Playlist:
.
Artista: Muse - Música: Undercover Desire
.
Bom, sempre que falamos de ''Crepúsculo'' e ''Playlist'', a banda Muse logo vem na cabeça... A Stephenie Meyer é fã dos caras, e não seria por menos. Eles são F*dásticos. E eu acho ''Undercover Desire'' a cara de Diego+Bree. Sem falar que ela merece MUITO³ mais uma canção do Muse do que a Bella/minhaopinião.
.
TÍTULO: A Breve Segunda Vida de Bree Tanner - Uma Hisória de Eclipse
TÍTULO ORIGINAL: The Short Second Life of Bree Tanner - A Eclipse Novella
AUTOR(A): Stephenie Meyer
EDITORA: Intrínseca
NOTA: 9,5

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...