quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Lista: Retrospectiva 2010

Vi este ''meme'' ontem à noite no blog Literalmente Falando, da Íris Figueiredo. Ele é um post de retrospectiva do mundo literário, e quem quiser pode continuar em seu blog...
.
1) Melhor livro que li em 2010:
.
Nossa, foram MUITOS³ livros lidos em 2010... Mas eu acho que o que ganha em desparada este ano é ''A Batalha do Apocalipse'', do Eduardo Spohr. Eu ainda não acabei de ler ele, então provavelmente ele também será o melhor livro de 2011! Rsrs.
.
2) Pior livro que li em 2010:
.
Acho que todos que já passaram por aqui conhecem a resposta... Para mim, o pior este ano foi ''Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos'', da Cassandra Clare. Se arrependimento matasse!
.
3) Livro mais surpreendente de 2010:
.
Os dois livros que mais me surpreenderam (positivamente) em 2010 foram: ''Feios'', do Scott Westerfeld, ''Estrela Píer: O Tempo, a Chuva e o Outro'', da Kamila Denlescki, ''Gênesis'', do Bernard Beckett e ''A Breve Segunda Vida de Bree Tanner'', da Stephenie Meyer. Não dava nada por nenhum dos quatro, e quando terminei, estava apaixonado por cada personagem das histórias.
.
4) Livros que li em 2010 e recomendo:
.
Bom, é melhor sentarem pois a lista é Grande: ''A Canção do Súcubo'' e ''Aura Negra'', da Richelle Mead. ''Carrie, A Estranha'', do Stephen King. ''Calafrio'', da Maggie Stiefvater. ''Beastly'', da Alex Flinn. ''Luzes, Câmera e... Confusão!'', da Cathy Hopkins. ''A Menina Que Roubava Livros'', do Mark Zusak. ''Os 13 Porquês'', do Jay Asher. ''Gênesis'', do Bernard Beckett. Se alguns deles ainda não tiveram resenha aqui no blog (Er... acho que a maioria), podem esperar pois em breve elas irão aparecer por aqui!
.
5) Melhores séries de 2010:
.
Nossa, essa me pegou... Até por que, parando para reparar, não li muitas séries este ano. Então fico com a série ''Feios'', do Scott Westerfeld e a série ''Heather Wells Misteries'', da Meg Cabot.
.
6) Novos autores que descobri em 2010:
.
O Scott Westerfeld, o Eduardo Spohr, a Kamila Denlescki, a Maggie Stiefvater, o Jay Asher...
.
7) O livro mais emocionante de 2010:
.
''Os 13 Porquês'', sem dúvida alguma!
.
8) Literatura mais hilária de 2010:
.
''Luzes, Câmera e... Confusão!'' Rsrsr.
.
9) Personagens mais memoráveis de 2010:
.
Patch Cipriano (ou Jev) e Nora Gray, de ''Sussurro: Hush, Hush''... Acho a química destes dois imbatível!
.
10) Leitura mais aguardada de 2011:
.
''Jogos Vorazes'', da Suzanne Collins. Bom, janeiro já está por aí, e como ele é o próximo da minha lista de leitura...

Coluna: Meu Carrinho #3

Está no ar mais uma edição do ''Meu Carrinho'', e neste eu comento sobre as minhas compras literárias do mês de dezembro. Esse é um post inspirado no meme ''Minha Caixa de Correio'', do blog literário ''The Story Siren''.
.
Mais uma vez, o post ficou grande demais³ (deu para perceber que - quando o assunto é livro - eu falo MUITO), então eu tive que dividilo para que ficasse adequado aos termos e limitações de tempo do Youtube.

.
Clique abaixo para ver:
.
.
Livros citados no vídeo 1:
- O Símbolo Perdido
- Como se Livrar de Um Vampiro Apaixonado
- A Pirâmide Vermelha
.
Blogs e Pessoas Citadas:
- Íris Figueiredo, do Literalmente Falando.
.
.
Livro citado no vídeo 2:
- Alice, Edição Completa
.
Ítens citados:
- DVD Ponte Para Terabítia
- DVD Percy Jackson e o Ladrão de Raios
- DVD Garota Infernal
- Box Harry Potter, anos 1/6
.
Música-Tema desta Edição:
Artista: Katy Perry
Música: Firework (Faixa 4)
Álbum: Teenage Dream
Ano: 2010

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

News: Anunciada capa de ''Especias''

O ano de 2010 ainda nem acabou, mas os lançamentos do próximo ano já começaram a bater na porta... Um exemplo disto é o livro ''Especias'', terceiro volume da série iniciada em ''Feios'', cuja a arte da capa e sua data de lançamentos foram anunciados hoje através do Twitter Oficial da saga.
.
Segundo a equipe da Editora Galera, o livro deverá chegar nas prateleiras das livrarias brasileiras no começo de Março, com o subtítulo genial de ''Assustadoramente Bela, Perigosamente Forte''.
.
Diferente dos dois primeiros livros, ''Especias'' conta com uma arte bastante similar da usada na versão original - chegando até mesmo a ter modelos parecidíssimas posando para a foto. Mas isto não muda os seus méritos (pois ela é tão bonita de se ver quanto as capas de ''Feios'' e ''Perfeitos'').
.
Em breve, as resenhas de ''Feios'' (Já Lido) e ''Perfeitos''(Pendente) chegarão aqui no blog. Mas, enquanto isto, que tal ficarmos babando por mais uma capa desta saga ''Extraordinária''? (trocadilho #FAIL!) Rsrs.

domingo, 26 de dezembro de 2010

News: Conheça ''I Am Number Four''

Alguns podem não saber, mas uma das minhas novas fixações literárias é o livro ''I Am Number Four'', dos escritores James Fray e Jobie Hughes, sob o pseudônimo de Pittacus Lore.
.
O volume conta a história de nove alienígenas adolescentes que tentam viver suas vidas normalmente cursando o colegial na Terra após terem o antigo planeta em que viviam destruído por uma espécie inimiga. Enquanto tentam se adaptar no novo planeta, o Número Quatro descobre que os mesmos inimigos que destruíram seu planeta agora estão atrás dele na Terra... E que já mataram três de seus companheiros de além-mundo.
.
A primeira vez em que eu li o nome deste livro foi no twitter da editora Intrínseca, que comprou os direitos de publicação e prometeu lançar ''Eu Sou O Número Quatro'' ainda no começo do ano que vem. Só que, como a minha curiosidade nunca matou nenhum gato, eu pesquisei mais sobre a história na internet, e descobri que o livro na verdade é o primeiro volume de uma série chamada ''The Lorien Legacy'', cujo o segunto título - The Power of the Six (ou ''O Poder do Seis'', em tradução livre) - deve ser lançado também em 2011.
.
Só que a história não para por aí... A Dreamworks comprou os direitos da série e já produziu uma adaptação do 1° livro, como o mesmo diretor de ''Paranóia'' e produção de Michael Bay (tudo bem, não suporto o cara dirigindo, mas não posso negar que é um nome de peso). O filme ''I Am Number Four'' deve sair em fevereiro e já possui vários trailer disponíveis na web.
.
O meu favorito é este:
.
.
Promete, não é mesmo?
.
Só que o que é mais incrível é que eu descobri tudo isto sobre a ''The Lorien Legacy'' em apenas UM ÚNICO DIA. Desde então estou vidrado na série, contando os dias para o lançamento aqui no Brasil e não vendo a hora de ler. Já vi a edição americana na livraria e ela é perfeita. Espero que a Intrínseca faça um trabalho similar com o nosso volume - e que a história seja tudo isto mesmo que promete.
.
Bom, de uma coisa estou certo... NADA pode superar a minha decepção com ''Cidade dos Ossos'' (viram, ainda não superei!).

Resenha: Simplesmente Poético

''Na Minha Estante'' adverte: A resenha a seguir pode conter Spoilers ocasionais da trama abordada... Não que vá interferir em alguma coisa, mas é só para não falarem que eu não avisei!
.
Sinopse:
.
Quando chega o inverno, Grace é atraída pela presença familiar dos lobos que vivem no bosque atrás de sua casa. Ela espera ansiosamente pelo frio desde que fitou pela primeira vez os profundos olhos amarelos de um dos lobos e sobreviveu ao ataque de uma alcatéia. Esses mesmos olhos brilhantes ela encontraria mais tarde em Sam, um rapaz que cresceu vivendo duas vidas: uma normal, sob o sol, e outra no inverno, quando vestia a pele do animal feroz que, certa vez, encontrou aquela garota sem medo.
.
Tudo o que Sam deseja é que Grace o reconheça em sua forma humana, e para isso bastaria que trocassem um único olhar. Mas o tempo de Sam está acabando. Ele não sabe até quando manterá a dupla aparência e quando se tornará um lobo para sempre. Enquanto buscam uma maneira para torná-lo humano para sempre, têm de enfrentar a incompreensão da cidade, que vê nos lobos um perigo a ser combatido.
.
Primeiro livro da série Wolves of Mercy Falls, Calafrio é a história de dois jovens que aceitam correr todos os riscos pelo amor, até mesmo o de deixarem de ser quem são.
.
O que eu achei?
.
Eu já estava com esta resenha pendente à séculos, mas só agora - no fim do ano - resolvi ''honrar'' uma das minhas primeiras leituras de 2010 com um post só para ela. Na verdade, o que me fez lembrar da minha leitura de ''Calafrio'' foi justamente esta época de Natal pela qual estamos passando.
.
Não, a história nada tem a ver com o nascimento de Jesus ou a lenda do Papai Noel, mas sim pelo sentimento que ela nos traz durante a sua leitura. Pois, assim como o dia 25 de dezembro, ''Calafrio'' nos remete à coisas simples e belas que não damos valor, misturando poesia e fantasia em um único ingrediente - o que se torna primordial, e o principal diferencial, na trama.
.
Confesso que o que me levou a ler ''Calafrio'' foi o fato de se tratar sobre Lobisomens. Nunca havia lido um livro exclusivo sobre eles, e estava bastante curioso sobre como Maggie Stiefvater iria tratar os seus seres. Nem preciso dizer que, no final, o volume não só me surpreendeu como também superou todas as minhas expectativas.
.
''Calafrio'' é mais que um romance para jovens adultos... É um livro rico em detalhes, onde os protagonistas e seus destinos são mais importantes do que a ação do ''fantástico''. Falando em fantasia, uma coisa que adorei na trama foi a abordagem totalmente diferente e inovadora que Maggie dá aos seus lobos - que não se transformam na lua cheia, nem quando querem, mas sim no inverno.
.
E o Inverno é o Grande & Verdadeiro vilão da história - sendo ele quem me conquistou em primeiro lugar.
.
A escrita de Stiefvater é doce e envolvente. Cada frase parecer ter saído de um poema, de uma canção de amor antiga, que nos faz ficar dançando sozinho pelo quarto e que nos faz chorar e nos sentirmos tristes ou felizes nos momentos certos. E juntando à tudo isto personagens carismáticos, uma cidadezinha pequena e uma história de amor - e dor - que nos prende até a sua última página (literalmente), ''Calafrio'' se tornou - para mim - um dos melhores lançamentos nacionais deste ano.
.
O Ponto Alto
.
Ao contrário de alguns livros por aí - sim, estou falando ''daquela'' série - Calafrio me marcou. Me marcou tanto que não consigo distinguir um ÚNICO ponto alto da história. Tudo parece estar tão interligado, tão irraigado, que não sei nem por onde começar. Então, para não ser injusto com as outras cenas, eu escolho o primeiro ''clímax'' da história: A Caçada, com toda a sua sequência, desde Grace descobrindo os planos do Sr. Culpeper de matar os lobos de Mercy Falls até o momento em que ela encontra Sam em sua forma de rapaz, nu e ensanguentado, na varanda de sua casa. São cenas de que nos dão uma sensação de urgência e medo pelos personagens, e que ainda assim consegue manter o padrão poético do livro.
.
Momento Desnecessário
.
Foi difícil encontrar um ''Momento Desnecessário'' em Calafrio, mas como sabemos que nada na vida é perfeito...
.
Por isso escolho a cena após a 1ª vez dos protagonistas. O momento anterior havia sido tão belo e adorável, que a reação do Sam no dia seguinte foi meio que ridícula, com comentários do tipo ''sou um ano mais velho, abusei de você...'' que cortaram todo o clima formado.
.
Ainda bem que a Grace estava lá para fazer ''graça'' aos dilemas ridículos dele (piadinha #FAIL).
.
Quem me conquistou?
.
Sam e Grace, pelo relacionamento impossível deles, o senso de realidade dos dois, a racionalidade dela e o mundo de sonho dele. Os pais de Grace, por serem eternos adolescentes, mesmo que com isto machuque a Grace. Isabel Culpeper, por seu jeito mimado e impossível, mas que no fim se revela adorável. Jack Culpeper, um verdadeiro playboy valentão, que - mesmo no fim - não muda a sua personalidade... Somos nós que aprendemos a ignorá-la. Olívia e suas inseparáveis fotos. Beck, o guardião de Sam, que mesmo revelando seus segredos mais obscuros, não nos faz odiá-lo. Ulrik, com sua força e seu sotaque. Enfim... tantos personagens - cada um com sua característica, não importa se boa ou ruim, mas que nos fazem ler página atrás de página só para que, quando virarmos a última, nos faça sentir uma tremenda saudade de cada um em especial.
.
Quem eu odiei?
.
Calafrio foi um dos poucos livros em que eu gostei de praticamente todos os personagens - incluindo aqueles que eu deveria odiar. Mas uma conseguiu ser a exceção. Qual seu nome? Shelby, a menina loba. E por quê? Bom, tudo bem que ela tem TODOS os motivos do mundo para ser ''revoltadinha''... Mas, qual é, isto não é desculpa para ser incoveniente, cabeça-dura e chata!
.
A Capa
.
A princípio, confesso que fiz birra com a capa... Eu queria a versão americana (que é linda), e a editora não tinha feito a minha vontade. Porém, quando o livro chegou aqui em casa e o vi ao vivo, a minha opinião mudou. A arte da capa representa EXATAMENTE o que Calafrio é: Simples, desprentencioso e belo. O lobo negro contra a neve dá um ''Q'' de mistério à ela, e - mesmo sendo completamente diferente - ela usa dos mesmos elementos da capa internacional, conseguindo ser original. São por estes motivos que dou para a turma da editora Agir ''Cinco Meninos-Lobos salvando Cinco Garotas Humanas do Meio da Neve''.
.
Minha Playlist
.
Música: As Quatro Estações (Acústico) - Artista: Sandy & Marcelo Camello
.
Esta versão do hit ''As Quatro Estações'' é tão melancólica, a sua melodia se tornou tão poética, que é quase impossível que - depois de você ler o livro - não venha se lembrar de Grace e Sam ao escutá-la. Ela representa exatamente o mesmo clima que o livro nos proporciona: A passagem do tempo, o poder da natureza sobre nós e a indescritível vontade de viver um amor épico e puro (em todos os seus sentidos).
.
TÍTULO: Calafrio
TÍTULO ORIGINAL: Shiver
AUTOR(A): Maggie Stiefvater
EDITORA: Agir
NOTA: 9,5

sábado, 25 de dezembro de 2010

Mensagem: Então é Natal


.
''Então é Natal...''
.
... e, por mais incrível que pareça, eu não havia planejado nada de especial aqui para o blog. Por isto, me desculpem se esta mensagem parecer corrida ou não incrívelmente épica para a data.
.
Tudo o que eu posso falar e desejá é que cada pessoa que visite este blog, seja seguidor ou apenas um visitante, tenha um dia abençoado, mágico, especial - seja na companhia dos nossos amigos e família de carne e osso, ou naquela feita de tinta e papel (melhor ainda se forem as duas famílias juntas!).
.
Prometo que vou postar mais coisas por aqui, e isto não é nenhuma meta de Ano Novo não!
.
Semana que vem teremos resenhas de ''Calafrio'', ''Halo'' e ''Alice'' - em homenagem aos períodos de Festas, nosso terceiro ''Meu Carrinho'' (em uma edição super legal de Fim de Ano), o nosso primeiro ''Volta ao Mundo Através dos Livros'' e sem falar em uma surpresinha que estou preparando.
.
Então, antes de me despedir de vocês, os deixo com a música-tema das Festas daqui de casa e - por mais que às vezes eu brinque que ''odeie'' ela =P - ofereço esta canção que já me fez rir, chorar, amar e refletir durante anos e anos, e que nunca perde o seu sentido: 
.
.
Desejo para todos vocês, e para cada um em especial, um FELIZ NATAL!...
.
E até o próximo post.

sábado, 18 de dezembro de 2010

Resenha: A Decepção do Ano

''Na Minha Estante'' adverte: A resenha a seguir pode conter Spoilers ocasionais da trama abordada... Não que vá interferir em alguma coisa, mas é só para não falarem que eu não avisei!
.
Sinopse:
.
''Cidade dos Ossos'' nos apresenta Clarissa, uma adolescente típica: aos quase 16 anos, mora com a mãe - uma jovem artista viúva. Tem um “tio” postiço, Luke, que de certa forma ocupa o lugar do pai e um melhor amigo, Simon, que nutre por ela uma paixão secreta. Quando Simon e Clary visitam um clube chamado ''Pandemoniun'', a menina vê três adolescentes matarem um rapaz. Há, porém, dois grandes problemas: ninguém acha o corpo e apenas ela vê os tais assassinos.
.
Sua vida muda completamente. A mãe é raptada por demônios e ela descobre a existência dos Caçadores das Sombras, guerreiros cuja missão é proteger o mundo que conhecemos de bestas e outras criaturas. Vampiros que saem da linha, lobisomens descontrolados, monstros cheios de veneno? É por aí mesmo. E depois desse primeiro contato com o Mundo de Sombras, e com Jace — um Caçador que tem a aparência de um anjo, mas a língua tão afiada quanto Lúcifer —, Clary nunca mais será a mesma.
.
O que eu achei?
.
Quem assistiu ao último post do ''Meu Carrinho'' já deve ter sentido qual foi a impressão que este livro deixou em mim... Para algumas pessoas, Cidade dos Ossos é brilhante? Sim. Eu recomendaria? Não.
.
Vejam bem, esta foi a impressão que EU tive ao ler a história. Possa ser que você, ou qualquer outra pessoa, venha a gostar e ser fã da narrativa da Cassandra Clare... Mas, novamente digo, para mim não funcioinou.
.
Talvez o principal problema tenha sido a minha falta de simpatia para com os personagens da trama. Muitos, ao me falarem de Cidade dos Ossos, me diziam que Clary e Jace eram um casal ao estilo Nora e Patch, da série Sussurro. Quem me dera se eu tivesse percebido isto também. Ao contrário da segunda dupla, que me conquistou desde o primeiro capítulo, os protagonistas da saga de ''Os Instrumentos Mortais'' me irritaram o máximo que podiam. A carência de carisma dos dois chegou à tal ponto que, em um determinado ponto do livro, eu torci para que um deles morresse - só para eu poder sentir ALGUMA COISA, nem que fosse pena.
.
Outro também que não me fez sentir NADA - nem medo, ou repulssa, ou raiva, ou qualquer coisa - foi o vilão da trama, Valentim. Algumas de suas ações no passado realmente foram revoltantes. O que me fez acreditar que, quando ele finalmente surgisse, a história daria tal guinada que me faria desejar continuar a ler a série... Ledo Engano. Assim que Valentim finalmente aparceu em carne e osso nas páginas de Cidade dos Ossos, e começou a falar, todas as minhas esperamças se desmancharam como um baralho de cartas.
.
Na maioria dos livros, sempre se cria um clima para apresentar o antagonista. Em qualquer narrativa, o vilão é a encarnação da maldade, com uma aura quase sobrenatural, inumana. E foi exatamente isto o que faltou à Valentim. A Encarnação da Maldade. O sinal de perigo em suas falas. O que foi uma pena.
.
Estes dois fatos, e muitos outros pequenos detalhes, trouxe como resultado a minha total apatia com a história. Quando acontecia alguma coisa ''grande'' (ênfase nas aspas), eu não me importava nem um pouco. Quem vencia, ou quem perdia era o de menos. Tudo o que eu queria era chegar no final do livro.
.
E isto eu consegui.
.
O Ponto Alto
.
A cena do confronto com o Abbadon. Mas foi mais pela idéia do Abbadon, que é uma espécie de ''demônio ancestral'', do que pela cena em si. Também foi neste momento em que eu torci - inutilmente - para que alguém morresse, mas isto não aconteceu. Mais alguma coisa?... Não. Acho que é só isto o que eu tenho a dizer.
.
Momento Desnecessário
.
Acho que poderia dizer ''O Livro Todo'', mas estaria sendo mesquinho. Então eu fico com três: A visita à Cidade dos Ossos, que dá título ao livro, toda a sequência do Hotel Dumort, desde a festa de Magnus Bane até a fuga da Batalha entre Vampiros e Lobisomens, e a cena com a Última Revelação do livro. As duas primeiras, por parecerem promissoras, mas no final se revelaram ser apenas uma forma de aumentar as páginas do volume, e a terceira por não passar a emoção no mínimo NECESSÁRIA para o momento e pela reação de ''Argh, que nojo!'' que ela nos deixa ao terminarmos de ler a história (o que me deixou com mais raiva, pois eu li já vários spoilers sobre as continuações, e descobri que todo o barulho provocado por esta ''revelação'' termina em... er... nada - o que já era ULTRA esperado).
.
Quem me conquistou?
.
Ninguém. Se nem os protagonistas + o vilão me conveceram, imaginem o resto?!
.
Quem eu odiei?
.
Ninguém³ x 2. Pois, para você ''odiar'' alguém, é necessário que se tenha - no mínimo - ALGUM sentimento por ele. E eu não senti nada, por nenhum personagem. Então, eu não posso odiar Ninguém...
.
ps: Sim, sei que estou sendo cruel. Mas é o que EU senti.
.
A Capa
.
Er, o que dizer sobre a capa? Ela é impressa em um tipo de papel estranho - que parece reciclado. O garoto da capa exibe os peitorais no melhor - e mais desnecessário, impossível - estilo ''Oi, sou um livro de banca... Venha ver como sou gostoso!''. Sem falar do brilho ''Edward Wannabe'' - e incontestávelmente vergonhoso - que salta do corpo do próprio Garoto-''Livro de Banca de Jornal Teen''. Bom, acho que dois ''Mundanos com o dom da Visão'' é o máximo que eu posso dar para esse povo que criou o design do livro.
.
Minha Playlist
.
Música: Don't Forget - Artista: Demi Lovato
.
Sei que devem estar se perguntando ''Como assim, Don't Forget''... Mas foi essa a música que os personagens cantaram para mim quando terminei de ler o livro. E sabe qual foi a minha resposta? ''Sorry... I try''.
.
TÍTULO: Os Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos
TÍTULO ORIGINAL: The Mortal Instruments, book I - City of Bones
AUTOR(A): Cassandra Clare
EDITORA: Galera
NOTA: 5,0 (Só por que estou bonzinho)

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Coluna: Meu Carrinho #2

Está no ar mais uma edição do ''Meu Carrinho'', o primeiro em vídeo, e neste eu comento sobre as minhas compras literárias do mês de novembro. Esse é um post inspirado no meme ''Minha Caixa de Correio'', do blog literário ''The Story Siren''.
.
Devido a pequenos ''probleminhas técnicos'', o vídeo não está na sua melhor qualidade - o que eu prometo que no próximo irá mudar - e teve que ser divido em 2, pois ele ficou longo demais e o Youtube pediu para dividir.
.
Clique abaixo para ver:
.
.
Livros citados no vídeo 1:
- Cabeça de Vento
- Querido John
- A Batalha do Apocalipse
- Halo
.
.
Livros citados no vídeo 2:
- Cidade dos Ossos
- Perfeitos
- Jogos Vorazes
.
Música-Tema desta Edição:

Artista: Katy Perry
Música: Teenage Dream (Faixa 1)
Álbum: Teenage Dream
Ano: 2010

News: Lançamento de ''Mundos Secretos''

Olá, Pessoal!
.
Durante muito tempo eu fiquei pensando se devia ou não colocar isto como ''nortícia'' aqui no ''Na Minha Estante'', mas depois de quase 2 meses resolvi que isto não faria mal algum.
.
Alguns já devem saber, mas para quem não sabe, eu acabei de publicar de forma independente meu primeiro livro, chamado ''Mundos Secretos''. Ele é uma antologia que reúne contos inspirados no universo dos Arcanos, cuja a primeira parte da história, ''Terra das Sombras: O Despertar'', pode ser encontrada disponível On-line.
.
Devido a menor quantidade de páginas - e também por ser uma antologia que ''apresenta'' a realidade onde a trilogia principal se passa - ''Mundos Secretos'' acabou se revelando uma ótima forma de eu obter o meu ''debute'' no meio literário.
.
Além de três histórias totalmente diferentes, o volume conta também com duas histórias paralelas à trilogia de ''Terra das Sombras''.
.
Elas são: ''Dança Macabra'' (conto narrado pela Angelina Regis, e que conta como ela enfrenta um Íncubo pouco antes de voltar para a casa do irmão em Ventura) e ''A Fúria'' (conto narrado pelo vilão Alexander Morton, e que mostra os minutos seguintes ao seu acidente fatal - desde o seu ''despertar'' até a sua transformação em um demônio Comum).
.
.
Como vocês puderam ver aí em cima, o livro recebeu uma diagramação toda especial, e (por enquanto) pode se encontrado à venda somento no site da ''Agbook'' - atualmente pelo preço de, aproximadamente, 32 reias.
.
Mas o que eu REALMENTE queira contar não era isto...
.
Na verdade, o que gostaria de dizer é que, como forma de divulgação, eu disponibilizei o livro NA ÍNTEGRA, com a diagramação final, no site da Issu.
.
É isto mesmo o que você entendeu: Quem quiser, poder ler a antologia na internet, na faixa, e ainda com o formato do PRÓPRIO livro.
.
Se você está curioso, basta clicar aqui.
.
E se, ainda sim, isto não satisfez a sua curiosidade, basta clicar no link para ''O Fantástico Mundo de Henri B. Neto'' no auto do blog, e entrar nas páginas exclusivas dedicada à toda ''Saga das Sombras''.
.
Gostaram? Bom, espero que sim... Pois estou doido para compartilhar mais coisas sobre a série com vocês!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Coluna: Meu Carrinho #1

Eu sei que prometi este post à muito tempo, mas só agora deu para fazê-lo do jeito certo. Para quem não sabe, todo mês - na minha página no flickr - eu atualizo as fotos mostrando as minhas ''compras literárias'' de cada período. Este hábito foi inspirado na coluna ''Na minha Caixa de Correio'', do blog americano ''The Story Siren''.
.
Desde o começo do ano eu faço isto, mas como o ''Na Minha Estante'' só voltou a ser ativo agora, resolvi fazer um grande apanhado das minhas fixações em brochura no período de Abril até Outubro, para que o nosso próximo encontro aqui na coluna ''Meu Carrinho'' já aconteça como dever ser: Através de vídeos e com comentários.
.
Mas já que este nosso primeiro encontro não vai ser assim então vou explicar como vai funcionar a coluna hoje. Para começar, eu dividirei cada mês em 'Meu Carrinho: Período Correspondente'. Logo após virá a foto com as compras e, abaixo, o título do livro - incluindo o nome do autor e em qual etapa de leitura (Lido, Lendo ou Pendente) ele se encontra.
.
E aí, estão preparados?!
.
Meu Carrinho: Abril
.
.
Livro: Luzes Câmera e... Confusão! - Autora: Cathy Hopkins (Lido)
Livro: Duplo Desafio - Autora: Cathy Hopkins (Lido)
Livro: Diários do Vampiro, A Fúria - Autora: L. J. Smith (Lido)
Livro: Alice, Volume Único - Autor: Lewis Carrol (Pendente)
Livro: A Mediadora, Assombrado - Autora: Meg Cabot (Lido)
Livro: Calafrio - Autora: Maggie Stiefvater (Lido)
Livro: Opúsculo - Autores: The Havard Lampoon (Lido)
Livro: Academia de Vampiros, Aura Negra - Autora: Richelle Mead (Lido)
Livro: Noite Eterna - Autora: Claudia Gray (Lido).
.
Meu Carrinho: Maio
.
.
Livro: Gênesis - Autor: Bernard Beckett (Lido)
Livro: Os 13 Porquês - Autor: Jay Asher (Lido)
Livro: As Cores do Mal - Autora: Jennifer Lynn Barnes (Lido)
Livro: Tamanho 42 Não é Gorda - Autora: Meg Cabot (Lido)
Livro: Tamanho 44 Também Não é Gorda - Autora: Meg Cabot (Lido)
Livro: Caçadora de Estrelas - Autora: Claudia Gray (Pendente)
Livro: Vampiros em Dallas - Autora: Charlaine Harris (Lendo)
.
Meu Carrinho: Junho
.
.
Livro: Sussurro - Autora: Becca Fitzpatrick (Lido)
Livro: A Breve Segunda Vida de Bree Tanner - Autora: Stephenie Meyer (Lido)
Livro: Para Sempre - Autora: Alysson Nöel (Lido)
Livro: Os Segredos de Uma Noite - Autores: Débora Mariano & Marcelo Santos (Lido)
Livro: Estrela Píer - Autora: Kamila Denlescki (Lido)
.
Meu Carrinho: Julho
.
.
Livro: Swoon - Autora: Nina Malkin (Lido)
Livro: Feios - Autor: Scott Weterfeld (Lido)
Livro: Melancia - Autora: Marian Keys (Pendente)
Livro: Férias! - Autora: Marian Keys (Pendente)
Livro: The House of Night, Traída - Autoras: PC & Kristin Cast (Pendente)
.
Meu Carrinho: Agosto
.
.
Livro: Diários do Vampiro, Reunião Sombria - Autora: L. J. Smith (Lido)
Livro: Wake, Despertar - Autora: Lisa McMann (Lido)
Livro: The House of Night, Indomada - Autoras: PC & Kristin Cast (Pendente)
Livro: The House of Night, Escolhida - Autoras: PC & Kristin Cast (Pendente)
.
Meu Carrinho: Setembro
.
.
Livro: A Saga Crepúsculo, Eclipse (Guia Oficial Ilustrado do Filme) - Autor: Mark Cotta Vaz (Lido)
Livro: Percy Jackson & Os Olimpianos, O Último Olimpiano - Autor: Rick Riordan (Lido)
.
Meu Carrinho: Outubro
.
.
Livro: Percy Jackson & Os Olimpianos, Os Arquivos do Semideus - Autor: Rick Riordan (Lido)
Livro: Louras Zumbis - Autor: Brian James (Lendo)
Livro: A Canção do Súcubo - Autora: Richelle Mead (Lido)
Livro: Fallen - Autora: Lauren Kate (Lido)
.
UFA! Ficou maior do que eu imaginava... E olha que eu nem contei os livros do começo do ano. Mas a minha meta de leitura de 2010 ainda não foi batida (Ultra Vergonha Alheia de mim mesmo), sem contar os livros de Novembro e Dezembro (que na próxima edição da coluna, ganharam vídeo especial - e cujo alguns já devorei!).
.
Mas, no final, até que o balanço foi bem positivo. Agora só falta a resenha dos livros que eu já li... O que me lembra que, logo, logo elas vão ter que dar as caras aqui no blog. É só esperar!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Resenha: Revolução Olimpiana

''Na Minha Estante'' adverte: A resenha a seguir pode conter Spoilers ocasionais da trama abordada... Não que vá interferir em alguma coisa, mas é só para não falarem que eu não avisei!
.
Sinopse:
.
Dessa vez, o livro marca o final da saga Percy Jackson e os Olimpianos, e tem como título: O último Olimpiano. Nesse livro, os mestiços se preparam para a batalha contra os Titãns. O exército de Kronos está mais forte que nunca e começa a invadir Nova York, e apenas Jackson e seu exército poderá pará-lo.
.
O que eu achei?
.
Confesso que relutei MUITO em ler ''O Último Olimpiano''. Não por não gostar da saga criada por Rick Riordan - muito pelo contrário. Na verdade, eu não me sentia nem um pouco preparado para me despedir do Percy, da Annabeth, do Grover, do Olimpo, do Acampamento... de ninguém!
.
Eu comprei o livro assim que ele foi lançado, mas acabou que o li uns três meses depois. A cada resenha que eu acompanhava na blogosfera, mas o meu coração pulava para a boca. Quando finalmente o peguei para ler, eu sabia que tomava um caminho sem volta. Só não esperava que eu fosse gostar tanto desta última viagem.
.
Parando de fazer rodeios, uma coisa que eu tenho que dizer sobre o livro é que ele é o melhor da série. Melhor que ''O Ladrão de Raios'' e ''A Maldição do Titã'' juntos... Diferente de outras séries, Percy Jackson não perde tempo com questões desnecessárias. Em seu volume final, Rick Riordan via direto ao ponto, revela detalhes obscuros sobre o Olimpo logo nos primeiros capítulos e começa a Batalha Final assim que chegamos ao seu meio.
.
Li em alguns lugares que o autor poderia ter se prendido menos no confronto e se preocupado mais na história, porém eu não senti isto. A história estava presente em cada página, mesmo que de pano de fundo uma luta sangrenta se desenrolasse pelas ruas de Nova Iorque.
.
Confesso que, apesar de ser fã da série, nunca me senti receoso pela segurança dos personagens no decorrer dos livros anteriores. Porém, para minha surpresa, isto não aconteceu em ''A Última Batalha''. A cada capítulo, eu segurava minha respiração pela vida de cada um, o perigo mais real e mortal do que nunca, só soltando o ar quando sentia que tudo estava bem de novo.
.
E foi esta a sensação que tive ao virar a última página do livro. Depois de tanta tensão, de tanta adrenalina, de tantas lágrimas (sim, Riordan fez algo que eu nunca esperei que ele fosse capaz: Me fazer chorar!), quando acabamos a história, tudo está bem. É claro que a vida continua... É claro que os monstros ainda podem retornar. Mas, por hora, Percy, Annabeth e todos os outros meio-sangues tiveram o seu ''final feliz''.
.
O Ponto Alto:
.
Este livro tem tantos pontos altos que eu nem sei qual eu escolho como o ''Top of the Top''. Só para se ter uma idéia, em ''O Último Olimpiano'', Morfeu, em um momento pré-batalha, simplesmente coloca Nova Iorque inteira - a Cidade que Nunca Dorme - para dormir; o ''porteiro'' do Empire State, que depois de ser pego pelo Percy lendo Harry Potter em ''O Ladrão de Raios'', desta vez é flagrado lendo Crepúsculo na recepção do edifício; isto sem falar na cena em que Hades emerge das profundezas do Tártaro no meio das ruas de Manhatan, seguido de perto por um verdadeiro exército de Mortos-Vivos. Não tenho outra palavra para descrever estas cenas além de OLIMPIANICAMENTE ÉPICO.
.
Momento Desnecessário:
.
Logo nos primeiros capítulos, somos obrigados a ler uma cena Shipper entre o Percy e a mortal Rachel Elizabeth Dare. Quem me conhece sabe muito bem que a garota simplesmente entrou de cabeça no meu Hall da Fama dos personagens odiosos, e ser obrigado a presenciar à um momento de flerte entre ela e o Cabeça de Alga me enojou, e muito! Com direito à um selinho rápido entre os dois, em todo o momento eu pensava no que a Annabeth poderia pensar se descobrisse aquilo tudo, o que me fez sentir MAIS nojo eterno pelo momento.
.
Sabe Rick, eu te acho o cara, mas esta parte do primeiro capítulo foi mais do que desnecessária. Foi revoltante! (Tá, meu momento ''Team Annabeth'' já acabou...).
.
Quem Me Conquistou?
.
Eu poderia ser bastante clichê e dizer que foi o trio principal da série que me ligou na história... Mas não foi isso o que aconteceu em ''O Último Olimpiano''. Na verdade, quem me conectou neste volume foi o Beckendorf, a Selena, o Nico Di Angelo, a Thalia, a Clarisse, e até o mesmo o Luke. Sim, o ''Bad Guy''! O cara que não cheirava e nem fedia para mim.
.
Na nova trama, são os personagens secundários que roubam a cena e muitas vezes me fizeram torcer por um desfecho diferente. Ainda lembro com pesar de algumas perdas e deslizes cometidos por eles (ULTRA SPOILERS QUE NÃO VOU CONTAR), mas, mesmo assim, eles continuam sendo os meus verdadeiros Heróis do Olimpo.
.
Quem Eu Odiei?
.
Er... Será que preciso repetir? Tá, tudo bem, eu falo de novo: RACHEL ELIZABETH DARE.
.
Ela é metida à ''indie'', atirada e entrusa - três características que não suporto em nenhum personagem. Soma-se à isto o fato de ela ser a antagonista natural da Annabeth e, pimba!, ganhamos uma cia. ULTRA indesejada.
.
Legal, neste volume vemos a real importância dela na história, no final ela finalmente se dá conta do ''porque'' que se ligava tanto no Percy, mas - é sério - será que ela não poderia ter percebido só isto ''um pouquinho'' mais cedo, tipo, à uns dois livros anteriores?!
.
Só tenho uma coisa a dizer para ela: Tarde demais, srta. Dare, Tarde demais!
.
A Capa:
.
Mais uma vez temos uma ilustração de Jonh Rocco estampando a cobertura de um livro de Percy Jackson. Não tenho nem palavras para descrever como o cara é um gênio dos desenhos... Por isto dou ''Cinco Titãs em Fúria Contra o Olimpo'' para a arte dele. É simples e emocionante. Sem Mais.
.
Minha Playlist:
.
Música: Geração Coca-Cola ; Artista: Legião Urbana
.
Pode parecer que eu ''fumei orégano'', mas desde que comecei a ler e desmenbrar a história de cada meio-sangue, sempre esta canção meio que ''tocava'' no silêncio da minha mente. No fundo, cada semi-deus é um ''joguete'' do Olimpo, usados somente quando é necessário. Querendo ou não, eles são ''o futuro'' dos deuses. E foram programados para não contestar as ''regras do jogo''... Bom, era o que todos pensavam até agora, não é mesmo, Percy?!
.
TÍTULO: Percy Jackson & Os Olimpianos - O Último Olimpiano
TÍTULO ORIGINAL: Percy Jackson & The Olimpians - The Last Olimpian
AUTOR (A): Rick Riordan
EDITORA: Intrínseca
NOTA: 10,0

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

News: Revelados nome e capa de VA 3!

Na noite da última quarta feira, a editora Agir (selo da Ediouro) finalmente revelou a capa e o título do terceiro volume da série ''Academia de Vampiros'', da autora Richelle Mead.
.
O livro deverá se chamar ''Beijo Sombrio'', e o seu lançamento deve ocorrer até o final de novembro. O quarto volume, Blood Promisse, deve chegar por aqui só em fevereiro de 2011 - enquanto nos EUA, o último livro da série, Last Sacrifice, será lançado em dezembro.
.
Sinopse:
.
Rose Hathaway sabe que é um erro se apaixonar por um de seus professores. Lissa, sua melhor amiga e última princesa do clã dos Dragonir, deve vir sempre em primeiro lugar. Como sua futura guardiã, Rose precisa protegê-la. Mas infelizmente, quando se trata de Dimitri Belikow, algumas regras parecem existir apenas para serem quebradas…
.
Neste terceiro volume da série Academia de Vampiros, as emoções estão à flor da pele. Justamente quando Lissa e Rose reencontram seu pior inimigo, Victor Dashlov, a um passo de sair de traás das grades, visões perturbadoras invadem a mente de Rose na figura de um velho amigo, prenunciado algo terrível à espreita da Escola São Vladimir.
.
A tensão ronda o mundo dos vampiros mais do que nunca. Os Moroi estão divididos entre participar das batalhas com as próprias mãos ou deixar seus guardiões à própria sorte. Já os Strigoi desejam vingança pelas mortes causadas por Rose em Spokane. Numa sequência de tirar o fôlego, ela viverá seus piores pesadelos ao ter de escolher entre o amor de sua vida e sua melhor amiga.
.
Será que essa escolha significa que apenas um deles sobriverá?
.
O que eu achei da capa?
.
Bom, o que eu tenho a dizer é: WTFH?!... Beijo Sombrio?! Capa do primeiro livro no 3°?! É sério isto mesmo? Por que eu espero do fundo do meu coração que o Sérgio Malandro apareça na Fazenda e diga: ''Capa de Shadowkiss? Pegadinha do Malandro!!!''. Isso é inaceitável... Ao invés de se dedicar mais à série, parece que a editora quer cagar (me desculpem pela palavra) ainda mais com ela! Só nos resta torcer para que São Vladimir tenha o minímo de piedade por estas cabeças doentes...

terça-feira, 26 de outubro de 2010

News: Revelada a capa de ''Awakened''

Depois de muita espera pelos fãs, a editora americana St. Martin's Press finalemente divulgou a capa de 'Awakened', novo volume da série 'The House of Night'. O livro, escrito à duas mãos por P.C. e Kristin Cast, tem o seu lançamento previsto apenas para a data de de 14 de Janeiro do ano que vem.
.
Sinopse:
.
Zoey voltou ao seu lugar de direito como Alta Sacerdotisa da Morada da Noite. Seus amigos estão contentes apenas por ter ela de volta - mas depois de perder seu namorado humano, Heath, sua relação com Stark será a mesma?
.
Stevie Rae está ainda mais perto de Refaim, mas é um segredo perigoso que a isolará de sua escola, de seus calouros vermelhos e até mesmo de seus melhores amigos.
.
A sombria ameaça de Neferet se aproxima cada vez mais, e ela se encontra mais perto de alcançar seu objetivo da imortalidade - junto com o retorno de Kalona…
.
O que será preciso para manter a Morada da Noite de ser perdida para sempre? Uma Zoey desesperada para manter seu coração de ser irremediavelmente quebrado?
.
Minha Opinião Sobre a Capa:
.
Antes de tudo, me desculpem se o meu comentário pode soar ''poser'' - mas, dos quatro volumes da série que eu tenho aqui em casa, somente li o primeiro (Marcada). Só por esta base, e pelos diversos Spoilers que tenho captado sobre o mesmo através da Blogosfera, 'The House of Night' sempre me pareceu um grande mix de tudo o que está fazendo sucesso no gênero e, com esta capa, esta minha idéia se reforça.
.
A arte americana é bonita, assim como as de todos os outros volumes, mas colocar o anjo Kalona como cobertura? Sem Zoey, a protagonista? Eu já havia estranhado a Steve Rae em 'Burned', mas agora estou mais ainda. Isto me dá uma grande sensação de que ele só foi escolhido para estampar a capa justamente por causa da moda ''celestial'' que vem ofuscando os vampiros teens...
.
Espero realmente que, ao ler os próximos volumes, esta minha sensação quanto a série seja sanada.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Resenha: Quem é Esta Garota?

''Na Minha Estante'' adverte: A resenha a seguir pode conter Spoilers ocasionais da trama abordada... Não que vá interferir em alguma coisa, mas é só para não falarem que eu não avisei!
.
Sinopse:
.
Bree Tanner, uma personagem completamente ignorada por muitos ao ler Eclipse. Alguém que ninguém imaginava ter um livro dedicado somente a sua história como vampira.
.
Bree é uma vampira recém-criada, que é integrante do exército criado por Riley e Victoria. Em toda sua breve vida como vampira foi “treinada” sob o medo. Ameaças com uma só justificativa. Domar o pequeno exército através do medo, e o único pensamento: sobrevivência. A menina nunca gostou de se misturar e participar das ativadades dos outros recém-criados. Em uma das “caçadas” conhece Diego, um dos mais velhos do exército. Um rapaz compreensivo, e gentil, que acaba se importando com ela. Infelizmente todos sabemos que o final da pequena Bree Tanner não é nada feliz.
.
O que eu achei?
.
O que eu posso dizer de ''A Breve Segunda Vida de Bree Tanner'' é que ele é um livro Inesperado. Inesperado por que ninguém tinha idéia dele... Dois meses antes do seu lançamento, a tia Steph simplesmente atualizou o seu blog e soltou a bomba em cima de seus leitores. Inesperado por que, com um curto volume, a história da recém-criada consegue ser mais cativante do que os quatro longos volumes do romance entre a Humana e seu Vampiro.
.
A escrita de Meyer amadureceu, e percebemos isto. As emoções e as descrições características dela estão lá, mas elas não são cansativas e dão um ritmo ágil para a trama. Alguns podem estranhar, mas o livro não possui capítulos. No começo, confesso que fiz birra quanto a isto; mas, depois de pensar um pouco mais sobre o assunto, eu simplesmente achei esta idéia genial - afinal, os vampiros brilhantes de Stephenie não dormem... Então, como a última semana de vida de Bree poderia ser narrada com pequenas interrupções?
.
A história em si já é nossa velha conhecida - trata-se da formação do plano de vingança de Victoria contra Bella e o clã Cullen - mas sob o ponto de Vista da menina, ela ganha nuances totalmente diferentes. Descobrimos coisas que não imaginávamos. Conhecemos novos personagens cativantes. E torcemos para que Bree tenha um final feliz... Mesmo sabendo desde o princípio que ela não terá.
.
O Ponto Alto:
.
Quando Bree e Diego, seu melhor ''amigo'', descobrem que não explodem ou viram cinzas quando andam no sol. A visão da recém-criada é totalmente realista, e deixa uma das maiores viagens nas drogas de Stephenie Meyer - o fato de seus vampiros brilharem como porpurinas - muito mais plausível... E aceitável também. O que só nos lembra o quão melosa e emo é a Bella narrando. E que Bree não é cega, nem romântica ao extremo.
.
Momento Desnecessário:
.
A Bree MORRE! Todo mundo sabe disso, mas depois de ler sua última semana, eu me apaixonei por ela. Ela havia sofrido tanto em vida, foi transformada em vampira pelos motivos totalmente errados, que quando chegamos em seu final derradeiro, não aceitamos. Eu queria mais que  190 páginas para Bree... Queria que ela fugisse com Diego e com Freak Fred. Queria que seu livro fosse grande, que sobrevivesse à batalha nos Prados de ''Eclipse'' e que ela tivesse um final feliz. Pena que nem sempre o que a gente quer é o que acontece. O mundo é um lugar cruel, e temos que saber lidar com isto.
.
ps: Como perceberam, isto não é exatamente um 'Momento Desnecessário', e sim apenas um desabafo... Simplesmente ignorem este leitor apaixonado. Rsrs.
.
Quem Me Conquistou?
.
Bom, a Bree está óbvio. Fiquei ''in Love'' por ela, e ainda resguardo o seu luto. Mas Diego e Freak Fred me conquistaram também. Até as gangues formadas dentro do exército de Recém-Criados cativaram um lugarzinho na minha lembrança. Freak Fred, aliás, me deixou com uma pulga atrás da orelha. Afinal, porque os personagens chamados ''Fred'' sempre são tão maneiros?!
.
Quem eu Odiei?
.
Eu poderia dizer a Victoria ou o Riley, mas estaria mentindo... Eu tenho uma QUEDONA por todos os nômades da Saga Crepúsculo, e mesmo vendo as maldades dos dois, nunca poderia falar mal dos meus Divos (*-*). Por isso, não me resta escolha além dos Volturi. Sim, eles estão presentes em ''A Breve Segunda Vida de Bree Tanner''... Mais ardilosos e traíras do que julgavamos serem capazes. E é por causa deles que a Bree não tem um final diferente.
.
ps: Jane, my dear, I HATE YOU!
.
A Capa:
.
Bom, é um volume da Saga Crepúsculo. O que significa ''Capas Expetaculares''! ''Bree Tanner'' não foge a regra, e a ampulheta vermelha nos lembra que o tempo está acabando para a noss vampira. Cinco gangues de Recém-Criados para a galera da Tia Steph.
.
Minha Playlist:
.
Artista: Muse - Música: Undercover Desire
.
Bom, sempre que falamos de ''Crepúsculo'' e ''Playlist'', a banda Muse logo vem na cabeça... A Stephenie Meyer é fã dos caras, e não seria por menos. Eles são F*dásticos. E eu acho ''Undercover Desire'' a cara de Diego+Bree. Sem falar que ela merece MUITO³ mais uma canção do Muse do que a Bella/minhaopinião.
.
TÍTULO: A Breve Segunda Vida de Bree Tanner - Uma Hisória de Eclipse
TÍTULO ORIGINAL: The Short Second Life of Bree Tanner - A Eclipse Novella
AUTOR(A): Stephenie Meyer
EDITORA: Intrínseca
NOTA: 9,5

News: Lançamento de 'Cidade dos Ossos'

Uma das traduções mais aguardadas aqui no Brasil finalmente vai chegar às prateleiras. ''Cidade dos Osso'', primeiro volume da série ''Os Instrumentos Mortais'' de Cassandra Clare, chega para nós no próximo domingo, dia 24.
.
O livro nos apresenta Clarissa, uma adolescente típica: aos quase 16 anos, mora com a mãe - uma jovem artista viúva. Tem um “tio” postiço, Luke, que de certa forma ocupa o lugar do pai e um melhor amigo, Simon, que nutre por ela uma paixão secreta. Quando Simon e Clary visitam um clube chamado ''Pandemoniun'', a menina vê três adolescentes matarem um rapaz. Há, porém, dois grandes problemas: ninguém acha o corpo e apenas ela vê os tais assassinos.
.
Sua vida muda completamente. A mãe é raptada por demônios e ela descobre a existência dos Caçadores das Sombras, guerreiros cuja missão é proteger o mundo que conhecemos de bestas e outras criaturas. Vampiros que saem da linha, lobisomens descontrolados, monstros cheios de veneno? É por aí mesmo. E depois desse primeiro contato com o Mundo de Sombras, e com Jace — um Caçador que tem a aparência de um anjo, mas a língua tão afiada quanto Lúcifer —, Clary nunca mais será a mesma.
.
A Galera (selo YA do Grupo Editorial Record) está apostando com força total no lançamento de ''Cidade dos Osso'', e o livro já possui site oficial, Comunidade no Orkut, Facebook, Twitter, Formspring além de um book-trailer no Youtube. No site, a editora está realizando uma promoção onde, quem enviar uma história de acordo com as regras, terá o seu conto lido pela própria Cassandra Clare - e ela é quem decidirá quem irá levar um super kit do livro.
.
Como se não bastasse, a Galera irá realizar nos dias 13 e 14 de novembro vários eventos nas principais capitais do país para promover o livro.
.
DATA DOS EVENTOS:
.
13 De Novembro
.
Fortaleza – CE

SARAIVA MEGASTORE SHOPPING IGUATEMI II
Av. Washington Soares, 85 – Edson Queiroz
.
João Pessoa – PB
LIVRARIA SARAIVA MANAIRA SHOPPING
Rua Manoel Arruda Cavalcanti, 805 – 1º andar
.
Uberlândia – MG
SARAIVA MEGA STORE – CENTER SHOPPING
Av. João Nave Avila, 1331 – lj.: 216
.
Belo Horizonte – MG
SARAIVA MEGASTORE SHOPPING DIAMOND MALL
Av. Olegario Maciel, 1.600 – Lojas 16 a 21 – Nivel Bernardo Guimarães Lourdes
.
Brasília – DF
SARAIVA MEGA STORE SHOPPING PATIO BRASIL
SCS Quadra 07 Bl A – Asa Sul
.
Natal – RN
SICILIANO – SHOPPING MIDWAY MALL
Av Bernardo Vieira, 3775 lj 174 – Tirol
.
Vitória – ES
SARAIVA MEGA STORE SHOPPING VITÓRIA
Av. Américo Buaiz, 200 – Loja 601 – Segundo Pavimento
.
14 De Novembro
.
Recife – PE

LIVRARIA SARAIVA MEGA STORE RECIFE
Rua Padre Carapuceiro – 777 – loja 28A/108B – Piso Térreo Shopping Recife
.
São Paulo – SP
SARAIVA MEGA STORE PÁTIO PAULISTA
Rua Treze de Maio, 1.947 – Paraíso – Piso Térreo Paraíso
.
Salvador – BA
SARAIVA MEGA STORE SHOPPING IGUATEMI SALVADOR
Avenida Tancredo Neves, 148 – 3° piso – Caminho das Árvores
.
Rio de Janeiro – RJ
SARAIVA MEGA STORE BOTAFOGO PRAIA SHOPPING
.
Éu já estou participando do concurso... E você, vai ficar de fora dessa?!

Resenha: A Cidade do Pecado

''Na Minha Estante'' adverte: A resenha a seguir pode conter Spoilers ocasionais da trama abordada... Não que vá interferir em alguma coisa, mas é só para não falarem que eu não avisei!
.
Sinopse:
.
Retirada de sua cidade nativa e jogada na terra dos riquinhos suburbanos, Candice está conformada em aceitar seu destino chato. Nada acontece em Swoon, Connecticut... Até que a prima perfeita e privilegiada de Dice, Penelope, quase morre caindo de uma velha árvore, e seu espírito se entrelaça com o de um fantasma. Seu nome? Sinclair Youngblood Powers. Sua missão? Vingança. E enquanto Pen está alheia a possessão, Dice está muito ciente da presença de Sin. Ela está intensamente atraída por ele - mas definitivamente não louca sobre o caos que ele está provocando. Determinada a exorcizar o demônio, Dice acidentalmente solta Sin, dando-lhe um corpo. Agora ela deve destruir um adversário ainda mais potente - e irresistível -, antes que a cidade toda sucumba à ira de Sin. O único problema é que ela está apaixonada por ele. O que fazer quando o menino dos seus sonhos é mau demais para ser verdade?
.
O que eu achei?
.
Confesso que comprei ''Swoon'' somente pela capa... Tudo bem, a sinopse dele me conquistou também, mas o que me levou a ler a sinopse foi justamente a capa. Pela imagem (e pelo resumo do mesmo), parecia que o livro seria sombrio, um tanto dark... Mas não foi o que aconteceu. Não que o livro seja ruim, pelo amor de Deus, não estou dizendo isto. Só achei que com tema que Nina Malkin tinha em mãos, a trama poderia ter rendido bem mais.
.
Mas ela rende. Eu que sou chato. E esperei demais. Tá bom, eu queria uma história com possessões mais evidentes, sessões de exorcimos macabras e tal, mas a autora meio que nos dá isto. Só que à sua maneira.
.
A Candice é uma boa protagonista. Ela não é nenhuma ''Kick-Ass'' - tipo Rose de VA, ou a Suze de ''A Mediadora'' - porém tem uma personalidade forte e sua narrativa é divertida. Achei que a Nina poderia ter explicado um pouco mais a sua ''mediunidade'', o que para mim foi uma falta leve comparadas à outras.
.
A função de fazer toda a trama girar nos trilhos fica a cargo de Sinclair Youngblood Powers e sua vingança contra os herdeiros da cidade. Sin. (É, exato, ''sin'' = Pecado) é a verdadeira personificação do Bad-Boy dos romances YA atuais. Só com a sua presença, ele consegue evocar o que a cidade de Swoon tem de pior - ou de melhor, dependendo do seu ponto de vista. Nina acertou ao criar o seu passado trágico, sua fala antiquada, suas formas de vingança, e ainda mais na sua personalidade arredia e pra lá de duvidosa.
.
Outro ponto positivo para a tia Malkin é a sua total falta de papas na língua. Seja no comportamento ''Oi-somos-porralocas-mas-nos-fingimos-de-bonzinhos'' dos adolescentes da cidade, seja nas cenas onde Sin manifesta o seu ''poder'' - com direito à... unh... momentos intímos... de todos os tipos de orientação sexual - Swoon é literalmente um livro para ''Jovens Adultos'' (eu que não me atentei para isto).
.
Mesmo estando repleto de momentos ''WTF?!'' e pulos gritantes na trama - como no fato da Dice passar a gostar do Sin de uma hoa para outra, ''Swoon: Amor além do Tempo'' (sub-título para lá de desnecessário) é uma agradável surpresa.
Não é um terror, apenas um Romance Sobrenatural um tanto às avessas. E põe avessas nisto. Sin não é nenhum ''Edward Wannabe''. Ele não vale nada - e está disposto a partir o coração de Dice para conseguir o que quer. E é por isto que eu recomendo ele. Afinal, como eu não poderia recomendar uma história cujo ''protagonista-vilão'' tenta atingir os valores de uma cidade hipócrita e para lá de puritana com altas doses de Prazeres da Carne?!
.
O Ponto Alto:
.
Quando Sin e Dice finalmente se declaram um para o outro, e o rapaz descobre que está ''mudando''... Olha, não pense que eu sou um Último Romântico; se ler o capítulo inteiro, verá muito bem por que escolhi esta cena - e os motivos são bem dignos do Sr. Youngblood Powers. Rsrs.
.
Momento Desnecessário:
.
A cena em que Dice decobre que sua prima Pen está possuída pelo espírito do Sin. Não que o momento ''em si'' seja desnecessário, mas foi uma ''case'' muito mal construída. Em um segundo, Dice está em uma festa, olhando com cara de ''WTFH?!'' para Pen - enquanto a mesma toca rabeca em cima da mesa, sendo manipulada por Sin; No outro, as duas estão correndo pelo campo, indo em direção à árvore onde tudo começou. Só digo uma coisa: Depois de dar vários nós no meu cérebro para tentar entender que a cena tinha mudado, fui eu que fiquei com cara de ''WTFH?!''.
.
Quem Me Conquistou?
.
Depois de falar TANTO da Dice ''Santa Não Sou'' e principalmente do Sin ''Quero Entrar em Suas Calcinhas'', eu preciso falar mais alguma coisa?!... É, eu acho que não.
.
Quem Eu Odiei?
.
No começo seria a Pen... Mas aí ela libertou o seu lado ''Bitch'' de ser - e eu tenho uma pequena queda por personagens com lados ''Bitchs''. Então, no balanço geral, percebi que a personagem que mais me desagradou na leitura inteira foi a Ruby. Eu sei, eu sei - quem leu, sabe muito bem que ela tem sua importância na construção da personalidade da Dice... Mas não posso negar que, todas as vezes em que ela aparecia, a minha mente gritava BORING! Sem falar que ela não é Bitch como o Pen. Na verdade, é uma irresponsável de marca maior. E que, convenhamos, não é a mesma coisa...
.
A Capa:
.
Bom, a capa brasileira simplesmente ''Owna'' a original americana. As duas tem os mesmos elementos: A árvore, Dice (que na brasileira é loira ¬¬')... Porém, ao olharmos uma do lado da outra, logo vemos que diferença faz um bom designer gráfico. Cinco Asilos em Chamas para a turma da ''Galera''.
.
Minha Playlist:
.
Música: I Write Sins Not Tragedies - Artista: Panic! At The Disco
.
Eu não sei por que, mas eu acho esta música A CARA do Sin - muito além do trocadilho. Rsrs.
.
TÍTULO: Swoon - Amor Além do Tempo
TÍTULO ORIGINAL: Swoon
AUTOR(A): Nina Malkin
EDITORA: Galera
NOTA: 8,5

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

News: Lançamento de ''Crescendo''

Quem aí estava com saudades da Nora e do Patch?
.
Pois é, se você respondeu que sim, pode começar a pular na cadeira. Afinal, desde o dia 19, ''Crescendo'' - a esperada sequela do livro ''Sussurro: Hush, Hush'' - já está à venda. E se você é como eu e não sabe o que esperar da continuação, aqui fica alguns ''meio-spoilers'' (nem chegam a ser um) liberados pelo fan site americano ''Fallen Archangel'':
.
''Vee Sky - A melhor amiga de Nora está de volta, e tão louca por garotos quanto era em Sussurro! Seu novo interesse romântico pode ser surpreendente, mas super emocionante também!
.
O que realmente aconteceu na noite em que o pai de Nora foi morto? Você vai descobrir logo! Pode achar que já desvendou tudo, mas talvez tenha algumas surpresas pelas quais não esperava.
.
Detetive Basso - Você foi deixado(a) com um pouco de dúvida sobre o detetive. Basso era bom ou não em Sussurro? Eu sei que ele era! Ele me fez sentir que há mas nele do que podemos ver. Bem, ele voltou em Crescendo, o que pode ajudar você a tomar sua decisão!
.
Rixon - Amei as cenas de brincadeiras entre Patch e seu melhor amigo e também anjo caído em Sussurro, então fiquei muito feliz que ele retornou em Crescendo! Com sorte você vai ficar feliz também!
.
Marcie Millar - Há uma briga de gatos entre Marcie e Nora. Tenho que dizer que essa é uma das minhas cenas favoritas do livro! E com Marcie à solta, você nunca sabe o que vai acontecer!
.
Patch - Danh! Em Crescendo você vai conhecer mais sobre Patch, incluindo seu nome verdadeiro e onde ele mora! ''
.
E aí, mataram um pouco a curiosidade? Eu sei que a minha não matou... Mas uma coisa que me deixa feliz é que a autora da série, Becca Fitzpatrick, já anunciou o nome do terceiro livro da Série: ''Tempest'' (''Tempestade'', em Tradução Livre). Quanto ao segundo volume, ''Crescendo'' deve ser lançado por aqui pela Intrínseca ainda no primeiro semestre de 2011.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Na Minha Estante: O Retorno!

Eu sei, há muuuuuuuito tempo eu não faço nada aqui no blog. Mas isto está para mudar. Pois o ''Na Minha Estante'' voltou, e com força total!
.
Para começar, as novas resenhas serão TOTALMENTE diferentes do modelo antigo. Agora, elas serão dividas em: Sinopse, O que eu achei, O Ponto Alto, Momento Desnecessário, Quem me Conquistou, Quem eu Odiei, A Capa, Minha Playlist e Ficha Técnica + Nota.
.
Isto não vai ser demais?!
.
Além disto, todo mês haverá a sessão ''No Meu Carrinho'', com os livros que comprei, ''Volta Ao Mundo Através dos Livros'', com designers lindos e freaks de volumes famosos ao redor do globo, ''Das Páginas à Telona'', onde falarei sobre as adaptações literárias para o Cinema, além de super promoções exclusivas, notícias e outras curiosidades do mundo da Literatura YA.
.
E aí, estão preparados para as novidades... Eu espero que sim, pois eu estou EMPOLGADÍSSIMO!
.
ps: A estante na foto ao lado é minha! *-*

sexta-feira, 12 de março de 2010

News: Divulgada capa de ''Aura Negra''

Depois de quase um ano de espera, o segundo volume da série ''Academia de Vampiros'' finalmente chega por aqui.
.
''Aura Negra'', título escolhido pelos fãs da saga através do fansite da série, chega às livrarias no final de março, e a Editora Nova Fronteira já divulgou a capa. Mas as novidades não param por aí...
.
Mesmo ainda não tendo lançado o penúltimo volume da série, Spirit Bound, a autora Richelle Mead já anunciou o título do livro derradeiro; ''Last Sacrifice'' deverá chegar às livrarias americanas no dia 14 de dezembro, dando fim às narrativas sobre os Dampiros, Strigois e Morois através do ponto de vista de Rose Hathaway.
.
FONTE: Vampire Academy Brasil

News: Princess Diaries ganha nova capa

Depois da saga de ''A Mediadora'' ter o seu visual re-páginado no ano passado, este ano, outro livro de sucesso da escritora Meg Cabot ganhará uma nova versão.
.
''O Diário da Princesa'', série teen composta por 10 livros, ganhará novas capas a partir do próximo mês, quando a editora Galera Record disponibilizará no mercado os volumes com um designer parecido com as artes da última edição americana dos livros.
.
A prova final dos três primeiros livros já foram feitas, e quem estiver curioso para saber como vai ser, basta clicar aqui.
.
FONTE: Galera Record

terça-feira, 9 de março de 2010

Resenha: Demônio de Torcida

Jennifer Check e Anita ''Needy'' Lesnicki são melhores amigas desde a infância - o que por si só é um caso para lá de improvável. A primeira é lider de torcida, popular entre os alunos da Devil's Kettle High School e o objeto de desejo de todos os garotos, de todos os grupos e classes socias... Já a segunda é totalmente Nerd, desajeitada, caipira, tímida e só ganha as atenções de seu namorado Chip.
.
Esse poderia ser o começo de mais um romance adolescente açucarado se não seguisse um rumo completamente diferente...
.
Quando a banda indie Low Shoulder anuncia o seu primeiro show na pequena cidade, Jennifer resolve convencer a ''BFF'' esquisitona à aconpanhá-la no concerto, realizado no único bar local - uma espelunca chamada Melody Lane. Os integrantes do grupo são quase celebridades, e essa parece a oportunidade perfeita para a garota popular conseguir um passaporte grátis para longe de Onde Judas Perdeu as Botas.
.
Tudo corria as mil maravilhas, e Jennifer tinha o vocalista da banda na palma de suas mão... Porém, durante o show, coisas estranhas começam a acontecer, e um enorme incêndio atinge o bar - matando mais da metade do público presente no lugar. Por pura sorte, Needy e a amiga conseguem escapar do inferno na Terra. Mas contrariando todo o bom senso, a líder de torcida resolve dar uma ''fugida'' com os garotos da banda - deixando Anita à beira das lágrimas, na frente da grande pira humana.
.
Para piorar as coisas, horas depois da tragédia, Jennifer aparece na porta da casa de Needy, suja, para lá de estranha e definitivamente possuída por alguma coisa. A garota invade a casa da garota, assalta a geladeira da amiga e - ainda por cima - vomita uma terrível gosma preta e viva em todo o chão de linóleo, só para depois quase levar Anita à loucura.
.
Mas isto parecia não ser o bastante para deixar o mundo pacato de Needy de cabeça para baixo.
.
Logo no dia seguinte, ainda respirando a tragédia no bar Melody Lane, a cidade de Devil's Kettle é abatida por outro acontecimento. Jonas Kozelle, membro da equipe de futebol da escola, é encontrado morto no bosque atrás da escola, desfigurado e parcialmente devorado.
.
Aquilo parecia o ápice. Needy e o resto da população se vêem no meio de redemoinho de sangue e medo, e - diferente do resto da cidade - Jennifer parece estar no ápice da sua juventude, teimando em falar para a amiga que a cena que ela a vira totalmente trastornada não passara de sua imaginação... E o pior, a desconhecida banda Low Shoulder aproveita sua fama repentina para se aproveitarem e alavancam as vendas de seus Cd's.
.
Depois disso tudo, Needy só conseguia pensar: O que havia de errado com sua BFF e os garotos do grupo indie? Qualquer que fosse a sua resposta, não deveria ser nada parecida com o que de fato ela descobriu.
.
Confesso que, quando eu li a breve sinopse de ''Garota Infernal'' (no original ''Jennifer's Body'' - e não, o resumo aí de cima não é o oficial) eu não fiquei nem um pouco interessado na trama. O filme (sim, pois o livro é romanceado a partir do roteiro) conta com Amanda Seyfreud, uma das poucas atrizes jovens que tem a minha simpatia - porém também tem Megan Fox como protagonista, e não posso dizer em nenhum momento que eu seja um grande admirador dos trabalhos dela.
.
Então, como cheguei a ler ''Garota Infernal''? A resposta é um tanto engraçada - para não dizer ridícula...
.
O que me fez ficar tentado a comprar o livro foi a música ''New Perspective'', do Panic! at The Disco. Alguns devem saber, mas a muito tempo eu curto o som da banda. Então, quando soube do novo clipe deles, logo eu corri para ver - e logo levei o susto em descobrir que era o tema principal da trilha sonora do longa. Vendo o clipe, que é intercalado com cenas-chave da trama, pela primeira vez fiquei tentado a ver o filme.
.
Pouco tempo depois, fui na livraria comprar o quarto volume da série ''A Mediadora'' - mas ao invés de encontrá-lo, me deparo com o romance de ''Garota Infernal''. E é aí que estava a minha segunda surpresa positiva com relação ao mesmo... O roteiro era assinado por ninguém menos que Diablo Cody, autora do ótimo ''Juno''. Você deve estar se pensando ''não acredito que ele não sabia disso!'', mas com sinceridade, eu não sabia.
.
Depois de namorar por um bom tempo o fino volume, resolvi testar a minha sorte e levar o livro para casa. Foi neste momento que eu me deparei com a minha terceira surpresa positiva: A história era ótima!
.
Responsável em transformar em livro os textos da ex-stripper e ganhadora do Oscar de Melhor Roteiro, Audrey Nixon conseguiu captar e dosar muito bem as altas doses de humor negro presentes no original. Mesmo sendo narrado em primeira pessoa por Needy - assim como no filme, que lança mão da conhecida ''voz-off'' - o livro é rico em detalhes, além de não poupar o leitor das cenas mais fortes (apesar de que, na telona, as cenas de sexo e do beijo lésbico serem apresentadas com menos pudor do que em sua narrativa).
.
A trama passa de momentos divertidos à de pura tensão em poucos parágrafos - sem falar que, assim como a protagonista, nós também desconfiamos do que pode estar acontecendo de errado com Jennifer, só não temos ciência do quão grande é esse problema. Pois, como a própria Needy diz: ''Alguém tem que dar um basta na Jennifer''...
.
Mas não esperava nem um pouco que este ''basta'' seria tão divertido. Recomendo!
.
ps: O filme ''Garota Infernal'' já pode ser encontrado nas locadoras no formato DVD e Blue-Ray.
.
TÍTULO: Garota Infernal
TÍTULO ORIGINAL: Jennifer's Body
AUTOR(A): Diablo Cody & Audrey Nixon
EDITORA: Record
NOTA: 9,5

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...